IED | Istituto Europeo di Design
Você está em:

WeAr Festival: O futuro da moda hoje

7 de novembro de 2017

Usar uma impressora 3D na moda, customizar roupas com LED ou efeitos sonoros e fazer um bordado com fios de luz não são tecnologias de um futuro distante. O WeAr Festival, que acontece dia 9 de novembro no IED SP, tem como proposta criar uma imersão de um dia inteiro apresentando o que está sendo feito e as novidades do universo da moda.

“A história do festival surgiu quando eu comecei a perceber que todas as coisas perto da gente estavam ganhando inteligência. O processo de revolução constante sempre foi intrínseco à moda e a tecnologia chegou também com esse movimento”, conta a jornalista e colunista de moda Alexandra Farah, idealizadora do evento que está em sua terceira edição.

O tema central do projeto busca reunir pesquisadores de wearables – um “computador vestível” capaz de empoderar e gerar melhorias ao corpo humano através de tecnologia. Embora pareça coisa de filmes futuristas, este conceito já é empregado há tempos em dispositivos como o aparelho auditivo ou marca-passo.

“É preciso transformar os dados digitais em uma realidade física, porque a roupa só faz sentido no mundo físico. As informações virtuais, como conectividade, ouvir música, pegar a direção de algum lugar e milhões de coisas que ainda vão surgir, vão ser agregadas às roupas”, detalha a idealizadora, ressaltando as tecnologias que já existem, como calças térmicas ou modelos que reduzem celulite.

De acordo com Alexandra, uma das áreas em que os wearables podem atuar é na saúde. “Se uma pessoa tem dor nas costas, por exemplo, é possível utilizar uma camisa que tenha uma mecatrônica para corrigir a postura, evitando o uso em excesso de remédios”, ela diz, lembrando que esta biotecnologia será abordada em uma das palestras do evento.

O conceito do festival se amplia ainda para toda a tecnologia que impacta a moda, não apenas no produto final. É o caso das novas matérias-primas que estão sendo desenvolvidas em laboratórios, tais como tecidos biodegradáveis e seda com grafeno, refletindo em uma inovação responsável. “Hoje pensamos em uma moda mais fácil de ser feita e mais inteligente em todos os seus processos. Não existe glamour sendo uma das indústrias que mais suja o planeta”, comenta a jornalista.

O processo de produção das roupas também ganha uma metodologia alternativa com impressoras 3D ou até mesmo robôs que cortam, costuram e embalam. Alexandra acredita ainda que outra tendência é a customização em massa: “Se a pessoa é canhota, a tecnologia é aplicada do lado direito, ou pode escolher um tecido que é mais próprio da sua região, colocar a etiqueta com o nome do cliente, etc.”

Além disso, para a idealizadora do WeAR as escolas têm um papel crítico no aprendizado da moda. “Essa é uma das preocupações do festival, poder inovar e proporcionar aos estudantes um dia para se atualizar do que está sendo feito. Esse ano ampliamos as oficinas para podermos começar daqui de dentro do IED a capacitar as pessoas para saberem o básico, mesmo que seja colocar um LED na jaqueta”, conclui a idealizadora.

Confira a programação completa e inscreva-se aqui!

 

WEAR FESTIVAL 2017
Data: 9 de novembro
Hora: das 11h30 às 22h
Local: Pátio do IED SP
Endereço: Rua Maranhão, 617 – Higienópolis, São Paulo
Informações:  www.wearbrasil.com/wear2017

 

 


Gabriela Nunes

Formou-se em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo. Já atuou em assessoria de imprensa e redação de portais e revistas segmentadas. Possui experiência com produção de notícias sobre arquitetura, design e construção sustentável. Atualmente, se dedica à redação de conteúdos no IED São Paulo.


IED SÃO PAULO
Rua Maranhão, 617
Higienópolis
01240-001
+55 11 3660 8000

IED RIO
Av. João Luis Alves, 13
Urca
22291-090
+55 21 3683 3786

SÃO PAULO RIO DE JANEIRO MILANO ROMA TORINO VENEZIA FIRENZE CAGLIARI COMO BARCELONA MADRID