Apesar de as compras online estarem em franco crescimento, nada se compara à sensação de ir até uma empresa e ter uma experiência mais pessoal. Por isso, utilizar estratégias de Visual Merchandising é tão importante para todas as marcas.

Mas é claro que só um profissional especializado tem aquele olhar especial para causar uma impressão marcante no cliente.

Que tal aprender como fazer ainda mais a diferença neste ramo?

Qual é o impacto do Visual Merchandising na decisão de compra?

Primeiro, vale a pena falar um pouco sobre o impacto que essa ferramenta tem na decisão de compra dos clientes.

Cada vez mais, questões como funcionalidade e tecnologia começaram a ser consideradas!

A junção desses fatores é importante para levar um produto para casa. Mas a experiência de compra também deve ser levada em conta.

Afinal, é por meio dela que a gente se sente parte de um grupo exclusivo, moderno e sofisticado.

Essa sensação incrível começa a partir do momento em que se entra em contato com a marca. A apresentação passa por sua arquitetura, decoração e pela disposição e destaque dos produtos.

Isso é Visual Merchandising, um conceito que mostra o quanto a questão estética pode ser responsável por fazer a gente desejar ainda mais fechar uma compra.

Quais são as vantagens dessa ferramenta para as empresas?

Como o Visual Merchandising interfere diretamente na necessidade e na expectativa do consumidor, quando bem aplicado gera excelentes resultados.

Mas, na prática, o que as empresas têm a ganhar? Dá uma olhada!

Satisfação do cliente

Uma marca de qualquer segmento empresarial que trabalha com a disposição estratégica de seus produtos, móveis e itens decorativos, capta a atenção dos consumidores mais depressa.

E quando se sente à vontade dentro daquele ambiente, a pessoa tem uma experiência melhor. Essa é uma prática que sempre gera avaliações positivas!

E cliente satisfeito sempre retorna, não é mesmo? Isso significa que, de quebra, você ainda ajuda a empresa a faturar mais!

Reconhecimento de marca

As marcas que têm um padrão visual na e uma boa organização interna das instalações físicas costumam causar boa impressão no cliente. 

Ele sabe que, ao ir lá, encontrará um ambiente único, confortável e diferente de qualquer outro. E, ao lidar com a marca de outras formas, terá uma experiência agradável.

O que facilita, inclusive, na indicação do negócio para outras pessoas.

A referência visual será uma das primeiras coisas mencionadas em uma conversa casual, pode ter certeza.

Afinal, quem não gosta de ser recebido em uma empresa agradável e bonita? 

Isso é importante até mesmo para os próprios colaboradores e funcionários do local, que trabalham com mais entusiasmo e ajudam a otimizar as vendas.

Identidade bem definida

Toda marca tem uma identidade visual, algo muito importante para trazer mais personalidade para sua comunicação e para seu espaço físico.

O Visual Merchandising entra em cena para construir e reforçar essa questão na empresa, com uma abordagem que tenha tudo a ver com a proposta da marca.

Visual merchandisingComo trabalhar com Visual Merchandising e fazer a diferença?

Agora, vamos ao que é mais importante! Em um primeiro momento, o Visual Merchandising parece simples, não é mesmo?

No entanto, ele é cheio de práticas e técnicas importantes que podem ajudar você a fazer diferença na execução das estratégias.

E aqui estão algumas delas para você se inspirar!

Capriche na identidade visual

Logo, redes sociais, site, fachada das instalações físicas: esses são os primeiros pontos de contato do cliente com determinada marca.

Por isso, é muito importante que a empresa tenha uma identidade visual bem construída, e que dialogue com o público que ela quer atingir.

Pode parecer clichê, mas uma boa impressão inicial dos potenciais clientes é muito importante.

Invista na ambientação

Lembre-se de que estabelecimentos comerciais e empresas que vendem diferentes produtos ou serviços não têm a mesma estética.

Tudo depende da essência e da proposta do negócio, e isso deve ser levado em conta na hora de traçar um planejamento visual.

Invista em ambientação adequada para os espaços, para que reflitam o conceito da marca. É fundamental ter um layout sólido, que converse com o consumidor e fortaleça essa experiência.

Estimule os sentidos

Nada de se limitar somente ao campo visual!

Tudo bem que a visão é o sentido mais importante nesse momento, mas dá para ir muito mais além para impressionar o consumidor.

Você pode estimular a audição, por meio de uma playlist cheia de sucessos que tenham a ver com o público da marca.

Ou, então, providenciar um perfume gostoso para espalhar pelas instalações físicas da empresa e atiçar o olfato dos visitantes.

E ainda ofertar drinks e petiscos deliciosos para estimular os mais diferentes paladares. 

Use a criatividade inclusive para deixar essas ações interligadas!

Preze sempre pelo conforto

A gente adora ficar confortável dentro de casa, concorda? 

Isso também é válido para uma loja, consultório ou restaurante.

Mesmo que você trabalhe com uma tendência que use mais elementos e cores, isso não deve incomodar o cliente.

Além disso, é fundamental que transitar por ali seja fácil.

Abuse de climatização e da iluminação, deixe as principais informações acessíveis e facilite o deslocamento das pessoas.

Use a psicologia das cores

E por falar em cores, não esqueça de que ela também mexe com o nosso psicológico!

Determinadas tonalidades, além de combinarem com a empresa, ainda estimulam o consumo do cliente.

Sendo assim, se jogue em um estudo aprofundados sobre esse assunto. A paleta correta vai conquistar o cliente fácil, fácil.

Deixe espaços vazios

Nem sempre é preciso preencher todo o espaço físico de uma empresa.

Os excessos levam maior confusão para o cliente! E ele também precisa ter um tempo para respirar e refletir.

Essa ferramenta apoia o uso de espaços vazios, seja um cantinho com uma disposição minimalista de produtos, ou com apenas uma pintura na parede em uma sala de espera, por exemplo.

Isso, inclusive, deixa o espaço mais amplo!

Visual Merchandising: aposte nessa área!

Por último, tenha em mente que estudar é preciso!

Procure por cursos de extensão ou de curta duração para se atualizar a respeito das últimas novidades de Visual Merchandising.

Novas tendências dessa estratégia surgem a todo momento e saber como aproveitá-las na prática e no timing certo é essencial para que seu trabalho faça a diferença!

Que tal conhecer o curso one year em Retail Design e Visual Merchandising do IED?

Essa é uma ótima maneira de começar a adquirir mais conhecimento e a se tornar um profissional ainda melhor. Não deixe de conferir!