As empresas de olho no futuro estão cada vez mais atentas à importância do UX Design. 

Se você é do tipo que acompanha as tendências do mercado de trabalho, já deve ter ouvido falar sobre a área.

Segundo uma pesquisa realizada pelo LinkedIn, UX Design é uma das 5 hard skills que as empresas mais procuram nos profissionais.

Ou seja, não é pouca coisa.

Para dar uma atenção especial a esse mercado, o post de hoje vai falar sobre:

  • o que é UX Design;
  • o que fazem os profissionais da área;
  • e as possibilidades de atuação profissional

Continue lendo para saber mais!

O que é UX Design?

Proporcionar uma experiência agradável para os usuários é a principal função do UX Design. Como o próprio nome diz, essa abordagem se baseia na lógica do design para melhorar a interação entre o usuário e as tecnologias.

Sites, aplicativos, sistemas e programas de computador se tornam mais fáceis de serem usados quando são criados com a ajuda de um UX.

Enquanto os desenvolvedores trabalham com os códigos e linguagens de programação, os UX Designers pensam nas pessoas que vão usar a tecnologia. 

Para isso, precisam entender o comportamento, motivações e necessidades delas.

Cada vez mais, as empresas estão percebendo que não basta oferecer um produto de qualidade e um bom serviço de atendimento. 

Afinal, outros aspectos também impactam a experiência geral dos clientes.

Não encontrar o que procuram no site, páginas travando, processo de compra complicado, aplicativo com erros: tudo isso pode virar motivo de frustração e fazer o consumidor desistir de se relacionar com uma marca.

O que fazem os profissionais da área?

Assim como outras áreas, quem trabalha como UX Designer pode assumir diferentes funções – como vamos mostrar no próximo tópico.

De forma geral, esses profissionais:

  • fazem pesquisas com os usuários;
  • criam os mapas de navegação;
  • definem os fluxos e processos;
  • fazem testes de usabilidade;
  • otimizam plataformas;
  • entre outras tarefas.

Se você pensa em construir uma carreira em UX, saiba que é importante ficar ligado nas últimas tendências e tecnologias da área, conhecer fundamentos do Design, sistemas operacionais etc.

Embora alguns designers migrem para o UX de forma natural, vale a pena investir em uma especialização em experiência do usuário caso você queira ter sucesso na área.

UX Design - dicasUX Design: 6 possibilidades de atuação profissional

1. Arquiteto de informações

Quem tem um perfil voltado para a resolução de problemas costuma se dar bem como arquiteto de informações. E você já vai entender por quê.

O que esse profissional faz é analisar os resultados das pesquisas feitas com os usuários para pensar em como estruturar o conteúdo de uma interface.

Isso é feito de que forma?

Com base nas expectativas do usuário em relação às informações de um website ou aplicativo, o arquiteto de informações desenha modelos, fluxogramas, templates e mapas para criar uma hierarquia de conteúdo que faça sentido.

Ainda, trabalham diretamente com outras equipes, como de produto, conteúdo e desenvolvimento.

2. Product designer

Enquanto as outras carreiras são focadas em certos processos, o product designer participa de todo o projeto, unindo os conhecimentos de UX e de negócios.

Por isso, são os queridinhos das empresas que trabalham com produtos digitais.

As funções desses profissionais vão desde as pesquisas com usuários até a projeção de interfaces agradáveis e com alto nível de usabilidade.

No entanto, a carreira demanda bastante conhecimento e experiência, já que é necessário entender todas as etapas de desenvolvimento de um produto digital.

3. Analista de usabilidade

Já o analista de usabilidade, como o nome diz, se dedica especificamente à usabilidade das interfaces. 

Portanto, se o que atrai você é a possibilidade de melhorar as interações das pessoas com a tecnologia, esta carreira pode ser uma ótima escolha.

Veja quais são as principais atividades desses profissionais:

  • realizar testes de usabilidade;
  • usar métodos cognitivos de inspeção;
  • criar planos de ação com a equipe de design a partir de insights;
  • identificar problemas de usabilidade;
  • propor soluções.

Para que um produto conquiste os usuários, o analista de usabilidade precisa ser perfeccionista e determinado a sempre melhorar as interfaces dos produtos.

4. Desenvolvedor UX

As equipes de UX e de desenvolvedores trabalham cada vez mais juntas. E o desenvolvedor UX é uma espécie de mescla entre as duas áreas.

Sendo assim, une os conhecimentos do design e de programação.

No cargo de desenvolvedor UX, os profissionais desenvolvem protótipos e interfaces gráficas, identificam problemas técnicos que prejudicam a experiência do usuário e problemas potenciais relacionados aos limites da tecnologia.

Além de precisarem ter flexibilidade para lidar com as diferentes atividades, têm o papel importante de unir as áreas de produto, desenvolvimento e design.

5. UX researcher

Já o UX researcher fica responsável pela elaboração e realização de pesquisas. 

Precisam fazer as perguntas certas para identificar as motivações, necessidades e dores dos usuários.

Depois, precisam analisar os resultados com o objetivo de identificar os comportamentos, criar personas e jornadas do usuário.

Com base nas descobertas que fizeram, esses profissionais ajudam a guiar o desenvolvimento do produto digital. Isso significa trabalhar junto dos gerentes de produto e desenvolvedores.

Seja na etapa de pesquisa ou de compartilhamento dos resultados com as equipes, o UX Researcher lida com gente. 

Ou seja, quem escolhe essa carreira precisa gostar da ideia de passar bastante tempo com pessoas.

6. UX Writer

Também existe o UX Writer, que nada mais é do que um redator especializado em UX. 

Seu propósito é garantir que o texto presente nas interfaces e produtos colaborem com a experiência do usuário.

Isso quer dizer que precisam ter muita habilidade tanto em design quanto em escrita.

Mais do que entender as necessidades do usuário, precisa saber projetar no texto o tom de voz adequado à estratégia de marca.

Portanto, não se trata só sobre escrever.

O UX Writer trabalha em parceria com a área de produto e de pesquisa para entender a fundo as necessidades dos usuários.

Pronto para apostar nesta área?

Depois de ficar por dentro das possibilidades de atuação em UX Design, fica mais fácil descobrir se essas carreiras têm a ver com você.

Como falamos lá no começo, a procura por profissionais com conhecimento experiência de usuário anda bem alta.

Mas, para ter sucesso ao embarcar nessa onda, vale a pena investir em uma boa formação.

Quer saber como? Conheça agora o curso de pós-graduação em Experiência do Usuário do IED!