Trabalhar e estudar ao mesmo tempo costuma ser desafiador para a maioria das pessoas. Isso porque conciliar as duas coisas demanda muita disciplina e dedicação.

No entanto, saiba que é possível aliar os estudos com a rotina profissional, desde que você adote as melhores práticas no dia a dia.

Além de estar investindo esforços no seu próprio desenvolvimento, é uma estratégia eficiente para sair na frente e ter uma carreira de sucesso.

Precisa de uma força para dar conta disso tudo? Então continue lendo!

10 dicas que vão ajudar você a trabalhar e estudar ao mesmo tempo

1. Crie uma lista com todas as suas atividades da semana

O primeiro passo é conseguir visualizar tudo o que você tem para fazer – mas tudo mesmo! Dessa forma, fica mais fácil ter uma visão realista da sua rotina.

Sendo assim, inclua numa lista não apenas o trabalho e as aulas da semana, mas também as suas obrigações domésticas, atividades físicas, compromissos pessoais etc.

Feito isso, é hora de partir para a próxima dica.

2. Monte um cronograma para facilitar a organização da rotina

Se possível, use uma agenda ou um aplicativo de celular para colocar ordem nos seus dias.

Com base na lista de atividades que você criou, faça a distribuição delas ao longo da semana. Leve em conta possíveis provas e prazos para entrega de projetos, por exemplo, para montar o cronograma.

Ao servir de guia, ele ajuda você a poupar energia e tempo tentando descobrir o que precisa ser feito a cada dia.

3. Aprenda a fazer gestão do tempo

O que também colabora com a otimização da rotina é fazer a gestão do tempo de forma adequada. Isso significa calcular quanto tempo é necessário para você realizar suas tarefas.

Mas seja realista para não incluir atividades demais no seu cronograma, pois isso pode gerar frustração.

Portanto, lembre-se de que você não tem 24 horas por dia para se dedicar ao trabalho e aos estudos. Afinal, todo mundo precisa de tempo para dormir, fazer as refeições, praticar exercícios, cuidar da casa, ter momentos de lazer, entre outras coisas.

4. Conte com a ajuda de um plano de estudos

Sobretudo para quem está fazendo um curso, montar um plano de estudos faz toda a diferença.

Veja quais são as disciplinas, datas de provas e entrega de trabalhos para não se esquecer de nada importante ou deixar para a última hora.

A partir disso, você consegue atualizar o seu cronograma de acordo com a programação do curso.

5. Evite fazer várias tarefas ao mesmo tempo

A correria da rotina faz com que muita gente realize mais de uma tarefa ao mesmo tempo. Mas sabia que isso não ajuda a aumentar sua produtividade?

Na verdade, a melhor estratégia é fazer uma coisa de cada vez. Assim, você consegue realmente se concentrar para acabar mais rápido e partir para a próxima.

Além disso, quando você está focado em uma única atividade, as chances de realizá-la com qualidade são bem maiores.

6. Aprenda a reconhecer os seus padrões de comportamento

Um padrão de comportamento é o modo como a gente costuma se comportar diante de situações parecidas. Ao identificar os seus, você pode trabalhar sua mente para ser mais produtivo, sabia?

Veja, por exemplo, o que leva você a se distrair ou procrastinar suas obrigações para fugir daquilo que o atrapalha.

Outra sugestão é descobrir quais fatores estimulam a sua mente e fazem você se sentir mais motivado para fazer o que precisa.

7. Esteja preparado para os imprevistos

Por mais que a gente se planeje, não podemos controlar o que acontece ao nosso redor. Portanto, temos que aprender a lidar com os imprevistos.

Esse é mais um alerta para aqueles que estão acostumados a deixar suas tarefas para última hora.

Leve sempre em conta as reuniões urgentes de trabalho, questões para resolver em casa e outros problemas que podem aparecer quando você menos espera.

8. Separe um tempo para descansar

Quando o assunto é conciliar trabalho e estudos, muito se fala sobre dedicação, esforço e determinação, não é mesmo?

Entretanto, valorize uma boa noite de sono e não se esqueça de reservar um tempo da semana para relaxar.

Além disso, procure intercalar suas atividades com pequenas pausas ao longo do dia para descansar a mente.

9. Não deixe de cuidar da sua saúde física e mental

Outro ponto importante é cuidar de você mesmo, indo além do merecido e sagrado descanso.

Dormir bem, ter uma dieta balanceada, não pular refeições, beber bastante água e se exercitar são coisas que ajudam você a se sentir melhor.

Os cuidados com a saúde mental também são fundamentais. Por mais ocupado que você esteja, reserve um tempo para fazer o que gosta, ver a família e sair com os amigos.

10. Tenha cuidado para não se cobrar demais

Depois de conferir essas últimas dicas voltadas ao autocuidado, fica claro que você não deve se transformar numa máquina para trabalhar e estudar.

Porém, muitas pessoas se cobram demais e acham que não estão fazendo o suficiente, embora estejam dando seu melhor todos os dias. Mas tente ser acolhedor consigo mesmo.

Isso porque cada um faz o que é possível dentro da sua própria realidade.

Nunca parar de trabalhar e estudar é o segredo para chegar mais longe!

Depois que você se acostuma a trabalhar e estudar ao mesmo tempo, essas atividades passam a se tornar naturais na sua rotina.

É aí que a transformação acontece, sabia?

Isso porque os melhores profissionais do mercado são aqueles que colocam o conceito de lifelong learning em prática, conhecido também como educação continuada.

Portanto, quer dizer que eles estão sempre investindo em qualificação profissional. Não importa em que momento da carreira a pessoa esteja, o estudo sempre será fundamental.

Sendo assim, comece a adotar as práticas sugeridas aqui o quanto antes. Logo você não terá mais dificuldade para conciliar os dois.

Pelo contrário, talvez você tenha ainda mais gás para continuar investindo no seu crescimento e na realização dos seus sonhos.

Pronto para alçar novos voos? Saiba mais sobre os benefícios da educação continuada e conheça 3 cursos que podem servir de atalho para evoluir na carreira!