O mercado de trabalho está cada vez mais exigente. Não basta apenas ter um currículo recheado: é preciso demonstrar suas soft skills!

A seguir, você vai conhecer as habilidades mais importantes e descobrir como desenvolvê-las. 

O que são soft skills?

As soft skills estão diretamente ligadas ao seu comportamento. Elas dizem respeito ao relacionamento que você mantém no trabalho e com os colegas.

Também influenciam diretamente na qualidade do ambiente de trabalho. Durante um processo seletivo, as qualidades que você demonstra já começam a ser avaliadas.

Afinal, em uma conversa, é possível perceber se você se comunica bem, por exemplo. E como se saiu em experiências anteriores, especialmente diante de desafios.

Essas habilidades são indispensáveis para que você entenda seu papel dentro da empresa. E possa, também, se desenvolver como profissional para alcançar novos cargos e funções ao longo do tempo.

Por que elas são importantes para todos os tipos de profissionais?

As empresas procuram por profissionais que tenham experiência. Mas, muitas vezes, isso não é suficiente.

O que importa para valer é a convivência harmônica no ambiente de trabalho. Que não traz apenas resultados para a organização, mas para o próprio profissional.

Habilidades técnicas são mais simples de conseguir. Você pode estudar, fazer cursos e investir em uma especialização.

Mas a empatia e a inteligência emocional, as bases das soft skills, são habilidades que só você consegue ter e desenvolver por conta própria. São coisas que já nasceram com você.

Portanto, aproveite ao máximo o que você tem de melhor e tente desenvolver os aspectos que você ainda não domina.

Soft skillsQuais são as soft skills mais valorizadas no mercado?

E quais são as soft skills mais valorizadas no mercado de trabalho? A lista a seguir dá uma ideia do que está sempre em alta dentro das empresas. 

1. Comunicação

Saber como passar mensagens efetivas, conversar em situações delicadas e se relacionar com colegas e clientes faz a diferença em qualquer emprego.

E isso vale para telefone, e-mail ou um encontro pessoal.

Além disso, saiba ouvir. Isso ajuda a criar respostas mais efetivas e a pensar em soluções mais rápidas para solucionar um problema.

2. Pensamento crítico

Toda empresa procura por um funcionário que saiba analisar uma situação. E que tome decisões inteligentes e rápidas.

Mas isso só é possível se você tem um bom pensamento crítico.

É fundamental entender situações, avaliar possibilidades e ser firme no posicionamento tomado.

3. Liderança

Você não precisa ser gestor para se tornar um líder.

Se você sabe gerenciar conflitos e pessoas, já tem o dom natural da liderança. Essa capacidade, inclusive, é o que pode ajudar você a conseguir uma promoção.

4. Atitude positiva

Uma atitude positiva inspira a equipe.

Ser amigável, agradável, e se mostrar motivado faz com que você se torne uma inspiração para quem está ao seu redor.

Isso melhora o clima do ambiente, aproxima pessoas e torna a convivência muito mais fácil.

5. Trabalho em equipe

Trabalhar em equipe para alcançar um objetivo em comum é o que leva a empresa a crescer e inovar.

Por isso, elas se preocupam em ter equipes com vários perfis de pessoas. E você deve saber lidar com cada um deles, mesmo que haja divergência de opiniões e visões.

O intuito é encontrar um caminho em comum, compartilhando e chegando juntos a uma única mesma conclusão.

6. Criatividade

Ser criativo não é apenas ter aquelas ideias mirabolantes e divertidas.

E sim encontrar saídas analíticas, interessantes e inteligentes. Com a sua mentalidade particular, você pode encontrar soluções que façam com que você saia na frente.

Portanto, diante de obstáculos, estude bem suas possibilidades e mantenha sempre a calma para encontrar um desfecho vantajoso.

7. Flexibilidade

Quem tem flexibilidade demonstra que dá abertura para novos desafios.

Que tem vontade de aprender, adquirir novas habilidades e facilidade para se adaptar a novas situações, inclusive as de caráter emergencial.

Lembre-se de que o mercado muda a todo momento. Muitas vezes, as empresas são forçadas a tomar decisões em cima da hora.

E essa responsabilidade pode ser atribuída a você! 

Saber dar um passo para trás quando necessário ou assumir um risco sem ter certeza dos resultados é algo que toda as empresas admiram.

Como desenvolver suas soft skills?

Algumas práticas constantes ajudam a desenvolver soft skills. Eis as principais:

Busque autoconhecimento

É muito importante que você se conheça bem. Assim, poderá identificar habilidades que já tem, e quais precisa melhorar.

Pense em como você se relaciona com as pessoas e se comunica com o próximo.

Se precisar, pergunte para pessoas próximas como é seu comportamento no trabalho. Dessa maneira, é possível descobrir o que pode melhorar e no que deve investir.

Saia da zona de conforto

Não tenha medo de arriscar e tentar coisas novas.

Se você não gosta, por exemplo, de trabalhar em equipe, é hora de fazer uma nova tentativa. E se esforçar mais.

Tem algum projeto novo na empresa? 

Candidate-se para uma função. Quanto mais treinar para aquilo que tem dificuldade, mais rápido você vencerá o obstáculo.

Participe de treinamentos

Se a sua empresa oferece treinamentos constantes, invista neles!

É provável que essa experiência lhe apresente alguma competência que você precisa desenvolver.

Outra opção é investir em treinamentos e cursos por conta própria quando tiver a oportunidade.

Aproveite simulações, palestras e dinâmicas para entender melhor suas capacidades.

Peça feedbacks frequentes

Deixe o medo de feedbacks de lado. É super importante saber ouvir pessoas que te ajudem a identificar pontos fortes e fracos.

Pergunte o que elas acham de sua evolução ou o que você pode fazer para alcançar um novo patamar.

Dê abertura para críticas, ouça com atenção e analise depois, em particular, o que pode ser feito para evoluir.

Soft skills: características importantes para o sucesso

Viu só como as soft skills são importantes para o mercado de trabalho? Agora que você já conhece as mais importantes e como desenvolvê-las, mãos à obra!

Para continuar a receber outras dicas importantes sobre a vida profissional e acadêmica, assine a nossa newsletter!