Você já deve ter ouvido falar que o mercado de trabalho está sempre passando por alterações. Isso não deixa de ser verdade, especialmente para as profissões que surgiram há pouco tempo ou ficaram mais conhecidas.

Hoje, vamos tratar especificamente das tendências na área de Design, que envolve diversas vertentes interessantes. Elaboramos esse artigo para mostrar como está o mercado para esses profissionais. Siga com a leitura!

Como está o mercado de trabalho para os profissionais de Design?

É indispensável afirmar que a profissão de designer também passa por mudanças, não é mesmo? Os profissionais não trabalham com as mesmas ferramentas que utilizam há alguns anos.

Essas alterações tendem a acontecer o tempo todo, já que a mudança é algo constante, especialmente no mercado de trabalho. Os empresários sabem como é difícil encontrar um profissional qualificado com ensino superior e outras especializações complementares.

Por isso, os designers devem encontrar maneiras para se destacar entre os demais candidatos.

O mercado de Design está empregando mais novos profissionais

O surgimento de profissionais que saibam utilizar ferramentas inovadoras tem mudado o ramo das atividades trabalhistas. Eles devem ser bem-informados e dominar softwares, além de realizarem um excelente trabalho.

Com uma alta na demanda de profissionais qualificados em novos segmentos, novas vagas de empregos surgem a todo instante.

Os designers, além de ocupar seu espaço no mercado, são contratados em menos tempo. Por essa profissão ter áreas distintas, eles exercem suas funções em ambientes profissionais como escritório e agências.

A busca por designers criativos não para de crescer

Como mencionamos anteriormente, os designers reconhecem que a qualificação é indispensável para crescer no mercado de trabalho. Embora surjam vagas de emprego com frequência, os empresários querem contratar profissionais criativos.

Não importa qual seja a sua área de Design, é de suma importância além de ter uma graduação, fazer uma pós-graduação. As grandes empresas contratam somente aqueles que são interessados e demonstram ser capazes de realizar um bom serviço.

Sendo assim, é fundamental acompanhar as últimas notícias sobre a sua área de interesse e acompanhar as inovações.

Aumento de vagas de emprego graças ao uso da inteligência artificial

Outro aspecto importante sobre novas tendências é a inovação tecnológica, especificamente a inteligência artificial. As ferramentas desse tipo, quando utilizadas corretamente, elevam o desempenho das empresas.

O presente já tem mostrado como IA pode ser útil e realizar tarefas que não eram possíveis há alguns anos. Bom, imagine daqui a algum tempo como essa tecnologia vai conquistar um espaço ainda maior.

Quais as tendências previstas para o mercado de trabalho em Design?

Agora que já sabemos como está o mercado de trabalho, chegou a hora de conferir as tendências para essa profissão. Um designer tem a oportunidade de trabalhar em diversos lugares e segmentos.

Esses profissionais podem exercer funções relacionadas ao desenvolvimento de Artes para Comunicação e até com projetos de Arquitetura. Tudo que envolve formato, estrutura e o planejamento pode ser elaborado por um designer com formação superior.

Separamos algumas tendências que têm chances altas de se concretizarem em curto e longo prazo. Organizamos em tópicos para facilitar a sua leitura e compreensão. Venha com a gente!

1. Design gráfico

Além do designer gráfico ser uma das profissões que mais cresce, o mercado de trabalho tem oferecido excelentes oportunidades. Nos próximos anos, esses profissionais vão conquistar mais espaço para colocar a criatividade em jogo.

Eles são responsáveis por desenvolver artes para comunicação visual, seja para serviços digitais ou offline. Também trabalham com a elaboração de imagens para sites e redes sociais em agências de publicidade. Mas não apenas isso!

O mercado nunca esteve tão necessitado de designers que sejam antenados, ou seja, vivam o presente já pensando no futuro. As últimas gerações têm muito a oferecer a esse ramo no Brasil e no mundo.

O surgimento de novos softwares inteligentes

Já sabemos que cabe ao profissional de Design planejar peças gráficas que combinem ilustrações e textos. Essa junção tem a finalidade de causar um impacto no usuário, como se interessar por um produto ou serviço.

No início dos anos 2000, esses profissionais não utilizavam as versões atualizadas de softwares como Photoshop e nem sonhavam com o Illustrator. Eram ferramentas inimagináveis para o contexto daquela época, em que a tecnologia estava crescendo.

Podemos relacionar essa situação com o mercado de trabalho em Design por requerer profissionais dinâmicos, que estão antenados com o que há de novo. É essencial que saibam gerenciar projetos em plataformas inovadoras.

2. Design de interiores

Aqui temos outro tipo de designer, que também está muito em alta no mercado de trabalho. Sabem identificar quando as pessoas estão à procura de um imóvel planejado, que atenda todas as suas preferências em todos os cômodos.

Esses profissionais, assim como os designers gráficos, utilizam softwares e ferramentas inteligentes no ambiente de trabalho.

Muitos alunos decidem se formar em Design de interiores no ensino superior devido à quantidade de caminhos que a profissão oferece. Apesar disso, somente a graduação não é o suficiente para acompanhar as novidades do mundo da decoração contemporânea.

Diversas opções de ambientes de trabalho para os designers de interiores

Os designers de interiores definitivamente não precisam passar longas horas na frente da tela do computador montando projetos de imóveis. Além de desenhar imóveis na planta, eles podem ter um escritório e fornecer consultoria especializada aos clientes.

A parte de paisagismo, muito próxima da decoração, está entre os campos dos designers de interiores.

Como podemos ver, o mercado de trabalho oferece um leque de serviços para esses profissionais de Design. Não podemos nos esquecer da gestão de projetos de arquitetura, que ajuda os clientes a realizar uma compra de materiais do jeito certo.

3. Design de móveis

Você sabia que existe uma área de Design de móveis? Diferente dos profissionais que mencionamos antes, esse é um exemplo de indivíduos que projetam móveis como estantes, mesas e cadeiras.

Ou seja, tudo que estiver relacionado à decoração de móveis, pode ser feito por esse designer. Dependendo da empresa em que esses profissionais estiverem trabalhando, eles podem ter salários acima da média.

Imagina conquistar um salário inicial que supere as suas expectativas? Então, invista na área de Design que trata de noções de conforto e ergonomia. Eles são muito requisitados por empresas de móveis e decoração.

Ampla atuação na carreira de designer de móveis

Acreditamos que quase todos os designers, das mais variadas áreas, têm grandes oportunidades de inserção no mercado de trabalho. Além disso, eles conseguem dar andamento a uma carreira de sucesso ao vivenciar muitas experiências gratificantes.

Esses designers são convocados para trabalhar no desenvolvimento de projetos, inovar nas escolhas de materiais e definir processos. Embora essas sejam as tarefas mais comuns, eles ainda são beneficiados pelo mercado de outra forma.

No Brasil, esses profissionais podem criar sua própria empresa ou marca. Também podem lançar a sua própria linha de móveis. As parcerias nacionais e internacionais são recompensadoras. Quem diria que isso seria uma realidade tão próxima?

Aumento da sustentabilidade na elaboração de móveis

Não podemos negar que as questões envolvendo sustentabilidade estão ocupando as manchetes de todo o país. Buscando alternativas ecologicamente corretas, muitas empresas estão investindo em métodos menos poluentes.

No caso dos designers de móveis, eles precisam repensar todo um projeto antigo considerando uma troca de materiais. Isso sendo uma tendência, permite que eles reavaliem seus valores e conceitos antes de lançar algum projeto ao público.

Afinal, as pessoas reconhecem rapidamente quando uma empresa está tomando medidas para preservar o meio ambiente. Esses profissionais devem ser astutos e ter curiosidade em descobrir como agradar o seu público-alvo.

Mercado de trabalho Design de Móveis

4. Design de calçados

Quem planejou o modelo dos seus tênis e sandálias? Talvez você nunca tenha pensado nas tarefas do Design de calçados, mas eles fazem toda a diferença nas lojas de sapatos e departamentos.

Os designers de calçado devem acompanhar a moda com um olhar no futuro.

Eles são responsáveis pelos itens surpreendentes que ocupam as prateleiras de lojas desse ramo em todo o país. É comum que, para se manter atualizados, alunos formados busquem uma pós-graduação para aprimorar seus conhecimentos sobre a confecção de calçados.

O investimento em calçados confortáveis em vez de salto alto

Muitas marcas de peças de roupas de acessórios fizeram uma repaginada na seção de calçados. Por exemplo, as profissionais que trabalham em espaços empresariais sempre utilizaram salto alto. No entanto, o desconforto causado por esse calçado veio à tona.

De olho em priorizar a saúde dos pés e do corpo, os designers de calçados decidiram destacar produtos mais leves e macios. Agora, as pessoas podem se sentir mais à vontade e passar todo o expediente sem se preocupar com incômodos nos pés.

5. Experiência do usuário

Talvez você não conheça essa vertente, mas os designers também trabalham com a experiência de usuários. Nessas circunstâncias, esses profissionais são responsáveis por acompanhar o comportamento de um usuário com um determinado produto.

Esses profissionais também são conhecidos como UX Design. Vale destacar que cabe a eles garantirem a satisfação da clientela com os serviços de uma empresa.

Caso uma organização esteja prestes a lançar um projeto totalmente inédito e inovador, é imprescindível ter a ajuda desse tipo de designer. Eles são, de longe, os melhores para ajudar na reavaliação e no alcance de metas altas.

O impacto da pandemia na vida dos UX designers

Como o início de um período sem precedentes começou a preocupar os brasileiros a partir de 2020, os designers tiveram que se reinventar. Nesse contexto, os UX designers trabalham para conquistar a atenção dos leitores.

Nem sempre as empresas conseguem identificar as melhores maneiras de convencer seus clientes em potencial. É por isso que os empresários contam com esses profissionais, ou seja, para garantir que seus produtos sejam compreendidos e desejados no mercado.

Esses designers adicionam valor aos projetos de empresas de diversos portes e ajudam elas a alcançar o sucesso.

O uso da realidade aumentada para garantir a satisfação dos clientes

A pandemia trouxe outros desafios aos UX designers. Sabendo que as vendas online aumentaram por evitar o contato com outras pessoas, tornou-se necessário aprimorar as descrições dos produtos disponíveis nas lojas virtuais.

A experiência dos clientes estava necessitada de melhorias que ajudassem as empresas a ter um faturamento ainda maior. Essa modalidade do design requer talento, atenção e muita dedicação para crescer no mercado de trabalho.

Não importa o que os clientes queiram comprar, eles devem conseguir ter uma visualização mais próxima do real. Embora isso não seja estar com um produto em mãos, a realidade aumentada fornece um conforto e maior segurança aos clientes.

Tendências mudam o mercado de trabalho a todo o instante

De forma geral, as inovações, sobretudo as tecnológicas, têm grandes chances de determinar o futuro dos designers. Não importa se eles trabalham com artes, arquiteturas ou peças de vestuário, eles vão sentir o impacto da tecnologia no futuro.

Viu como o mercado de trabalho em Design está mudando ao passar dos anos? Os alunos graduados precisam estar atentos às variações para escolher a pós-graduação certa para o seu futuro. Afinal, essa profissão acompanha os avanços tecnológicos.

Daí a importância de continuar buscando uma qualificação profissional para além da graduação, fazendo um curso de pós-graduação para alcançar posições ainda mais altas. O reconhecimento e o sucesso da profissão são as consequências de anos de dedicação!

Aproveite que já terminou a leitura e confira o nosso infográfico sobre como se tornar um excelente profissional!