O Lighting Design, ou Design de iluminação, é uma prática que usa esquemas de iluminação para melhorar a experiência humana em diferentes espaços.

Quando bem projetada, a iluminação, tanto natural quanto artificial, é capaz de afetar os nossos sentidos, emoções e sensação de bem-estar.

Por isso, a luz se tornou uma ferramenta poderosa em projetos de arquitetura e Design de interiores. E ela pode ser usada para cumprir objetivos funcionais e estéticos.

Ficou com vontade de conhecer melhor o conceito e suas aplicações? Veja o que você vai encontrar a seguir:

  • o que é Lighting Design;
  • por que usar o conceito;
  • o que faz um lighting designer;
  • e como aplicar o Lighting Design em seus projetos.

Aproveite a leitura!

O que é Lighting Design?

Em todos os tipos de ambiente, o conceito de Lighting Design pode ser aplicado para produzir resultados específicos.

A partir do uso da luz natural ou artificial, os profissionais conseguem, por exemplo, destacar detalhes, esconder determinadas áreas, trazer mais conforto, promover a funcionalidade, entre outras coisas.

Sendo assim, o objetivo não é apenas deixar os ambientes mais bonitos.

Entretanto, existem situações em que o Lighting Design é usado com propósito unicamente estético, como em eventos.

Mas, na maioria dos casos, a ideia é propor diferentes cores e intensidades de luz para provocar sensações, que podem variar conforme o período do dia.

As cores frias, por exemplo, ajudam a trazer mais disposição pelas manhãs. Já as cores quentes criam uma atmosfera aconchegante para as noites.

Portanto, a iluminação não interfere apenas no ambiente, mas também nas emoções e comportamentos das pessoas.

Por que usar o Lighting Design em seus projetos?

Quem trabalha como decorador, arquiteto ou designer de interiores consegue valorizar ainda mais os próprios projetos por meio do uso estratégico da luz.

Para isso, precisam avaliar com cuidado as características dos ambientes.

Enquanto uma cozinha precisa de uma iluminação direta e clara, um quarto pede luzes indiretas e com menor incidência, para deixar o espaço aconchegante. Com a ajuda de um profissional, é possível alcançar esses resultados com maior facilidade.

Fique sabendo que os ambientes externos também podem se beneficiar bastante.

Por meio do jogo de luzes, é possível criar contrastes e efeitos de sombra que valorizam edifícios, monumentos, fachadas de imóveis e projetos de paisagismo.

Dessa forma, podemos citar algumas vantagens do Lighting Design:

  • valorizar espaços;
  • otimizar o uso da luz natural;
  • esconder pontos negativos;
  • criar cenários diversos;
  • produzir emoções;
  • estimular comportamentos;
  • colaborar com a funcionalidade dos ambientes;
  • e até oferecer soluções de iluminação sustentáveis.

Então, o que faz um lighting designer?

Trabalhar como lighting designer é uma das possibilidades de carreira para os profissionais da área.

Por ser o especialista em soluções de iluminação, costuma ser contratado por clientes de vários perfis, inclusive empresas. Afinal, é ele quem domina os princípios de uso da luz para gerar os efeitos esperados.

Sendo assim, faz parte da rotina do lighting designer o estudo da estrutura dos espaços para a realização de cortes ou aplicação de vidros para a entrada de luz natural.

Lighting Design o que faz

Ele também é o responsável pela escolha de luzes artificiais adequadas para a finalidade de cada ambiente.

Há ainda aqueles que se dedicam a projetos de iluminação para shows, desfiles de moda, exposições de arte, entre outros eventos.

Seja qual for o foco do profissional, dominar os conhecimentos técnicos é fundamental, mas não é o suficiente. Entender sobre o comportamento humano também é importante para a concepção de projetos de iluminação elaborados.

Isso porque é preciso ter um olhar sensível em relação aos fatores emocionais presentes nos ambientes, pois são eles que influenciam a experiência humana.

O que levar em conta ao aplicar o Lighting Design em seus projetos

O conceito pode ser usado em qualquer espaço, já que não existem limitações em relação aos benefícios da iluminação para nenhum ambiente.

Entretanto, a aplicação do Lighting Design depende de uma análise criteriosa da incidência da luz natural nos espaços.

Isso porque ela varia de acordo com as estações do ano. Dependendo da época, a posição do sol faz com que certas partes de uma casa recebam mais luz ou menos luz.

A partir disso, os profissionais conseguem escolher as melhores técnicas para evitar conflitos entre a iluminação natural e a artificial, que deve ser secundária. 

Veja a seguir quais são os principais aspectos que devem ser considerados na elaboração dos projetos.

Perfil do cliente

Converse com o cliente para entender as suas necessidades, desejos e preferências. Isso facilita o seu trabalho, já que você não perde tempo com ideias que não combinam com o perfil do cliente, evitando frustrações.

Leve em conta também a cultura e as vivências dele. Afinal, são fatores que influenciam diretamente o gosto das pessoas.

Sustentabilidade

O Lighting Design também valoriza a sustentabilidade dos ambientes. Para isso, propõe maneiras de aproveitar a luz natural para reduzir o tempo de uso da luz artificial.

Além de colaborar com o meio ambiente, ajuda a tornar os espaços mais funcionais e agradáveis.

Características do ambiente

Outro ponto importante é avaliar as particularidades de cada ambiente, seja de uma casa, apartamento, espaço comercial, área pública, entre outros.

Isso depende de um trabalho prévio de observação da incidência do sol, estrutura, janelas, distribuição do mobiliário e divisão dos espaços.

Funcionalidade

A funcionalidade deve ser a prioridade de qualquer projeto de iluminação. Afinal, a escolha e distribuição correta dos pontos de luz é capaz de facilitar a realização das tarefas.

Um quarto, por exemplo, precisa de uma iluminação aconchegante. Mas, caso a pessoa use o espaço para trabalhar, a área onde a escrivaninha está posicionada precisa de uma luz mais clara.

Pronto para se aventurar no universo da iluminação?

Se você se interessa ou trabalha em áreas relacionadas, especializar-se em Lighting Design pode ser uma ótima aposta!

Além de ser uma tendência em projetos de arquitetura e decoração, é uma chance de dar um novo rumo para a sua vida profissional.

Quer saber mais sobre essa área? Conheça o curso de Lighting Design do IED!