A joalheria é um mercado que cresce a todo momento. E, por isso, tem uma ótima oferta profissional.

Se você quer ser designer de joias ou executar outra tarefa delicada na área, é hora de ler esse artigo e descobrir suas possibilidades!

Qual é o potencial do mercado de joalheria?

O mercado da joalheria cresce em até 6% por ano. Já imaginou o que vem por aí nas próximas décadas?

Sem contar que o Brasil tem um grande destaque no segmento. Em especial, porque também tem empresas renomadas vinculadas ao setor de gemas. Por sua vez, elas servem como materiais para o desenvolvimento de joias. 

A área também abrange bijuterias, relógios e produtos folheados. Eles estão entre os produtos mais exportados para países como Estados Unidos, Alemanha e Canadá. 

Tudo isso graças à criatividade de designers e fabricantes brasileiros, que não têm medo de ousar na mistura de materiais e ainda apostam na sustentabilidade para produzir as peças. Incrível, não?

Quais são as possibilidades para trabalhar no ramo de joalheria?

Por trás de toda a delicadeza do trabalho da joalheria, estão os profissionais especializados. Aqui estão algumas possibilidades para você se juntar a esse time!

1. Ourives

O ourives é o responsável por executar suas peças. Ele pode ou não ser um designer de joias ao mesmo tempo.

Seu trabalho também pode ser feito baseado em desenhos que os clientes levam. Sua função é mais voltada para o molde das peças.

2. Designer de joias

Essa é, sem dúvidas, a área mais desejada por quem se aventura no mundo da joalheria.

O designer de joias é aquele que desenvolve artisticamente a peça. Ele domina todo o processo de manufatura dela. Sabe como desenhá-la para atrelar seu trabalho ao do ourives.

É uma profissão super reconhecida e valorizada no mundo da moda. Assim como roupas e sapatos, as joias também seguem tendências.

3. Autor de joias

Mas se você pensa em unir as duas profissões acima, pode se tornar um autor de joias! Ele deseja e executa a sua própria peça.

Sendo assim, deve ter conhecimento e habilidades técnicas. Inclusive para manipular materiais e demais ferramentas.

4. Modelista em cera

No universo das joias, usar a cera como matéria-prima é algo muito comum. Daí o nome de quem maneja o material: modelista de cera.

Sua função é torná-la uma espécie de joia-escultura. O profissional se atenta para parâmetros como espessura, acabamento, peso, entre outros detalhes.

5. Fundidor

Este é o profissional que fica responsável por transformar as peças de cera em metal.

Ele sabe tudo sobre temperaturas, equipamentos e manipulação de joias. E também tem a tarefa de reproduzir as peças com borracha vulcanizada. Esse fator é algo essencial para a qualidade das peças, que devem se tornar a cópia exata do modelo piloto.

6. Cravador

Imagine um trabalho delicado. Mais do que o do cravador de joias, dificilmente existirá!

Aqui, o profissional fixa as pedras no metal das joias. É preciso usar ferramentas muito específicas e delicadas.

Para ser um bom cravador, paciência, experiência e boa visão são habilidades essenciais. E conhecer sobre gemas faz a diferença, para decidir quando a pedra merece uma lapidação ou um brilho especial.

7. Gravador

As joias que contam com desenhos, arabescos, figuras e monogramas ficam nas mãos do gravador. De certa forma, seu trabalho também está ligado ao Design.

Sua atividade é bastante perfeccionista e detalhista. Ele precisa reproduzir exatamente a proposta do designer, algo que exige total concentração, além de mãos firmes.

9. Gemólogo

O gemólogo é o mais profundo conhecedor das gemas, ou seja, das pedras.

Trabalha em conjunto com todos os profissionais que têm um trabalho manual, pois indica as melhores pedras e manuseios para cada tipo de joia. Mas também pode dar muitas dicas ao designer de joias.

10. Lapidário

O lapidário molda e lapida as pedras brutas.

Aquele brilho intenso de um lindo anel de noivado? Foi ele quem fez!

11. Técnico em acabamento e galvanoplastia

Por fim, temos também o técnico em acabamento e galvanoplastia.

Ele é responsável pelo brilho final no metal, por passar uma massa de polimento, e usar escovas, chips e equipamentos que deixem a peça mais bonita.

A galvanoplastia é a aplicação de finas camadas de metal sobre uma peça, o que também faz parte do acabamento.

É essa ação que define a espessura final da peça. Ou a sua necessidade de passar por mais um banho de ouro ou prata, por exemplo, para suavizar imperfeições.

Como é a rotina de trabalho de um designer de joias?

O designer de joias basicamente precisa planejar. Seus projetos não envolvem somente peças, mas também conceitos e coleções. Ele é um profissional que vive de experimentações.

Esse profissional deve ficar de olho nas tendências e pesquisar bastante. Tem até mesmo a liberdade para lançar, por si, uma nova tendência, quando percebe uma brecha interessante no mercado.

Além disso, deve estar totalmente dedicado a acompanhar o presente e o passado da moda. Da arte, da estética e da cultura também. Afinal, essas são áreas interligadas.

E, para completar, deve alinhar todas essas informações com a empresa. A marca tem uma imagem e uma proposta próprias, que devem ser seguidas.

A criatividade é a maior aliada deste profissional. Assim como a comunicação, porque fazer joias é fazer moda, e fazer moda é comunicar! Comunicar personalidades, preferências e estilo. Uma profissão completa, não é mesmo?

Qual curso é preciso fazer para especializar na área?

Para trabalhar como designer de joias ou em outras áreas da joalheria, é fundamental se especializar em um bom curso.

Procure por instituições renomadas na área. Um dos cursos existentes é o de “Joias: Design & Negócios” do IED.

Essa proposta é direcionada para profissionais de diversas áreas e outros interessados em aprender mais sobre o mundo das joias. Mesmo que não tenha nenhum conhecimento prévio sobre ele.

O conteúdo passa pelo design de joias e de coleções, até as técnicas de ourivesaria. Você ainda vê um pouco sobre a história das gemas, das joias e chega até a gestão de negócios.

Quem sabe essa não é a oportunidade certa para que você comece sua própria empresa? E, como você já viu, oportunidades não faltarão nas várias profissões que o setor permite desenvolver.

Se você gostou de saber um pouco mais sobre as possibilidades de trabalhar com joalheria, é hora de conhecer nosso curso e fazer a sua inscrição! Esperamos por você.