O home office já era apontado como uma grande tendência do meio empresarial antes mesmo da pandemia da Covid-19. Porém, o surgimento da crise sanitária e a necessidade de manter um distanciamento social fez com que esse modelo de trabalho se tornasse popular rapidamente.

Provavelmente, o home office seguirá sendo adotado por algumas empresas, mesmo quando a pandemia estiver totalmente superada. Isso porque o modelo trouxe vantagens para as organizações e seus colaboradores.

De acordo com uma pesquisa feita pela Salesforce, divulgada em reportagem da revista Exame, 57% dos brasileiros gostariam de trabalhar em home office.

Quer saber mais sobre o home office e como se dar bem ao trabalhar nessa modalidade? Então, continue a leitura do nosso artigo! Traremos dicas valiosas!

Home office e trabalho remoto: entenda as diferenças

A reportagem da Exame, que citamos anteriormente, diz que as pesquisas e especialistas destacam que, no pós-pandemia, as atividades em home office devem se concentrar em profissões que exigem maior escolaridade e utilização de tecnologia.

É o caso das carreiras que são remote first, como as que fazem parte das diferentes áreas do Design. Antes mesmo da pandemia, era bem comum que alguns designers trabalhassem em casa.

Porém, vale lembrar, que não é apenas o home office que deve crescer, mas também o trabalho remoto. Sim, os conceitos são diferentes!

Home office, como a própria tradução sugere, é o trabalho realizado na casa do profissional. Ou seja, as pessoas usam a própria estrutura do lar para trabalhar.

O trabalho remoto, por sua vez, está relacionado com a cultura do anywhere office, em que as atividades podem ser feitas em qualquer local com acesso a internet.

Dessa forma, os trabalhadores podem executar as suas atividades não apenas em casa, mas também em coworkings, cafeterias, bibliotecas ou qualquer outro local com a mínima estrutura necessária.

Por conta da popularização do trabalho remoto, deve crescer também o número de profissionais que são nômades digitais e não fixam moradia num mesmo local.

Veja 5 dicas para aplicar ao trabalhar em home office

Agora que você já sabe mais sobre o home office, precisa ficar de olho nas boas práticas para trabalhar dessa forma com maestria. Pronto para conferir as nossas dicas? Então, vamos lá!

1. Defina qual será o espaço do seu home office

Ao trabalhar em casa, é importante que você defina um espaço exclusivo para as suas atividades de trabalho. Nada de usar a mesa da cozinha ou o sofá da sala, por exemplo!

O ideal é que você tenha uma escrivaninha para colocar o seu notebook e materiais de trabalho. Também é importante que a mesa fique em um local mais isolado, longe das distrações, como a TV ou janela da rua.

Caso você não fique sozinho em casa, busque por um espaço em que possa ter mais silêncio e concentração.

2. Pense na sua ergonomia ao trabalhar em casa

Quando estamos em casa, a tendência é ficarmos mais relaxados e em posições confortáveis. Porém, é preciso ter cuidado para não ficar posicionado de uma forma que possa dar dor nas costas ou no pescoço.

Por isso, é fundamental ter uma cadeira confortável e adequada. Além disso, o seu computador deve estar com a tela na altura dos seus olhos, para que você não precise baixar a cabeça quando for preciso digitar ou ler algo.

3. Defina uma rotina com horários a serem cumpridos

Muitas empresas que adotaram o home office de forma definitiva também aboliram o relógio-ponto. Dessa forma, os colaboradores pararam de ser cobrados por tempo de atividade, mas sim por tarefas cumpridas dentro dos prazos.

Para trabalhos como o de designer, em que se trabalha em projetos, esse modelo funciona muito bem, desde que haja organização.

Assim sendo, por mais que você tenha flexibilidade, convém definir uma rotina com horários a serem cumpridos. 

Estabeleça uma espécie de cronograma, com os horários destinados para o trabalho e outras atividades, como os afazeres domésticos, os estudos e os seus hobbies, por exemplo.

4. Mantenha uma boa comunicação com os seus colegas

Um dos grandes mitos do home office é que o trabalho em equipe é prejudicado. Isso logo é desmistificado quando se começam a usar ferramentas de comunicação e gerenciamento de tarefas.

Plataformas como o Trello e o Runrun.it podem ser usadas para que o trabalho colaborativo flua de forma eficiente, por exemplo.

Além disso, a comunicação pode ocorrer por meio de aplicativos mensageiros, como o Slack. Nele, você pode criar grupos segmentados por setor da empresa e conversar com os colegas, sem ter que usar o WhatsApp, que é algo mais pessoal.

Já para as reuniões e debates, os encontros via videoconferência são uma excelente ideia. Você pode usar vários aplicativos para isso, como o Zoom, o Microsoft Teams, o Skype, entre tantos outros.

5. Faça pausas e saia de casa pelo menos uma vez por dia

O home office tem muitos benefícios, mas também traz alguns malefícios. Ao ficar muito em casa, você pode se sentir um pouco isolado do mundo e não ter contato real com quem está “lá fora”.

Por isso, é recomendado que você faça pequenas pausas durante o dia para descansar e também saia de casa pelo menos uma vez por dia.

Quando terminar a sua rotina de trabalho, você pode dar uma caminhada no parque ou na pracinha perto de casa, sair para tomar um sorvete com um amigo, dar uma volta com o cachorro etc. Isso tudo é fundamental para manter uma boa saúde mental.

Com essas dicas, você terá mais sucesso e qualidade de vida ao trabalhar em home office. Por isso, não deixe de colocar tudo em prática.

Aproveite e também baixe agora mesmo o nosso infográfico que apresenta como o profissional do século XXI pode chegar ao topo!