Já ouviu falar no empreendedorismo feminino? Esse é um super movimento que envolve negócios feitos por mulheres.

Elas abrem sua própria empresa, ocupam cargos de liderança e têm uma presença marcante em cada passo do desenvolvimento de sua proposta.

Está a fim de fazer parte desse time? Veja as dicas que temos para você!

Quais são os principais desafios para a mulher que quer empreender no Brasil?

Primeiro, vale a pena conhecer um pouco do cenário brasileiro para o empreendedorismo feminino.

Hoje, temos aproximadamente 52 milhões de pessoas comandando seu próprio negócio. Sendo que 41% são mulheres, em sua maioria entre 18 e 41 anos.

De acordo com o Relatório Especial Empreendedorismo Feminino no Brasil, divulgado pelo Sebrae, o Brasil se encontra no 7º lugar entre os países com o maior número de mulheres empreendedoras. O que é bem animador, concorda?

E as áreas são bem variadas. Moda, beleza, alimentação e atividades jurídicas e contábeis estão entre os principais negócios.

Mas, infelizmente, alguns desafios se encontram nessa jornada em nosso país. Por exemplo, as mulheres ainda ganham cerca de 22% a menos que os homens empreendedores.

Elas também apresentam um índice de desistência maior devido a esse problema. Ainda há toda uma questão que envolve preconceito e estereótipos de gênero. 

A mulher ainda sofre julgamentos por querer se impor no ambiente dos negócios.

E nem todas contam com apoio de amigos, familiares e até mesmo incentivo financeiro. Mas calma! Se você quer mesmo empreender, vamos falar sobre as coisas boas a seguir para você ver que, sim, esse caminho vale a pena.

Quais são as oportunidades para o empreendedorismo feminino?

Apesar das dificuldades, existem muitas oportunidades no empreendedorismo feminino.

A começar pelas habilidades que fazem parte da personalidade das mulheres. Como as capacidades de planejar, gerir bem o tempo, criatividade, atentar para detalhes e pessoas e de se adaptar melhor a qualquer situação.

Mais concentradas e determinadas, elas tendem a investir muito mais em qualificação profissional. O que faz com que o negócio se profissionalize rapidamente.

Mas não é só isso! Aqui estão outros pontos em que as mulheres devem observar para construir seu próprio negócio.

Liderança

A liderança feminina é diferenciada. O clima organizacional nas mãos delas fica mais leve, ponderado e agradável.

Além disso, as mulheres costumam se concentrar mais no mercado local. O que demonstra calma e ponderação em investimentos e inovações que realmente dão certo.

Visão analítica

As mulheres estão mais atentas a quem está ao seu redor. Por isso, sempre valorizam seus colaboradores e trabalham para uma comunicação objetiva e eficaz.

Sua visão analítica também permite avaliar melhor as tomadas de decisão internas e a retomada de pontos deixados de lado anteriormente.

Desenvolvimento contínuo

Mulheres à frente de negócios querem sempre mais. Não é porque a empresa já deu certo, que elas param por aí.

Pelo contrário, elas usam a capacitação adquirida para realmente transformar a empresa. E trazer mais igualdade, inclusão e melhores salários para o mercado de trabalho.

Empreendedorismo feminino oportunidades

Dicas para prosperar no empreendedorismo feminino

Prosperar no empreendedorismo feminino é possível! E agora você terá todas as dicas em mãos para se aventurar no mundo dos negócios.

1. Identifique seu talento

Para começar, descubra qual é o seu talento. Seu segmento de atuação tem que ser aquele com o qual você se identifica.

Não é porque o trabalho de uma amiga deu certo em outro setor que ele foi feito para você, da mesma forma. Pense naquilo que você curte fazer.

2. Encontre seu propósito para empreender

Por que você quer empreender? Você sabe o motivo?

Defina que público vai atender, o que você vai oferecer e em que mercado vai atuar. Essas respostas devem estar claras para que você dê o próximo passo.

3. Conheça seu nicho de mercado

Agora, é hora de conhecer seu nicho de atuação. Ele tem muitas mulheres na ativa, ou é majoritariamente masculino?

Como você pode se destacar nesse meio? Procure saber mais sobre a concorrência e veja se a sua ideia é mesmo original. Do contrário, será preciso fazer algumas adaptações.

4. Busque capacitação

Você se lembra de que as mulheres se capacitam a todo momento? Não fique de fora dessa!

Faça cursos, estude bastante, garanta seu diploma do ensino superior e aposte em uma pós-graduação, especialização e outros cursos. Esse conhecimento é um grande diferencial para aplicar no dia a dia do negócio.

5. Construa seu negócio

Em seguida, será o momento de definir quais ferramentas farão parte do seu negócio. Você quer que ele seja físico, online ou ambos?

Terá uma equipe ou pode começar sozinha? Use sua capacidade de planejamento para estruturar um plano de negócios, inclusive para cuidar de seu orçamento.

6. Cuide de sua imagem

Depois de deixar tudo em ordem, pense na sua imagem. Crie uma identidade visual que transmita a essência do negócio, a princípio. Trabalhe o seu marketing pessoal.

Transforme também a sua postura e forma de se comunicar. Passar credibilidade é fundamental para driblar os preconceituosos de plantão e vencer desafios diários.

7. Não deixe que empreender seja algo solitário

Mulheres, em geral, tentam fazer muitas coisas sozinhas. A própria sociedade incentiva, desde sempre, que elas se virem por si só.

Mas isso não precisa acontecer com você. É possível contar com pessoas de seu network, e receber ajuda de quem estiver disposto. Faça desses contatos parte de sua missão.

8. Não espere aprovação total

Faça o que você sente que é certo. Calcule seus riscos e coloque suas ideias em prática.

Inovar não requer aprovação total. Em um mundo em que as mulheres ainda lutam por espaço, você pode e deve mostrar a que veio. Confie em você!

9. Procure investimentos no lugar certo

Que tal buscar uma sócia? Ou captar investimentos de outras mulheres à frente de aceleradoras?

O investimento é essencial para a saúde do negócio. Corra atrás de apoio financeiro em fontes que realmente estejam de acordo com sua proposta.

10. Participe de redes de empreendedorismo feminino

O empreendedorismo feminino é um ambiente acolhedor. Uma mulher reconhece na outra as dores e os desafios enfrentados para erguer um negócio.

Sendo assim, participe de redes destinadas a essa proposta. Por lá, você poderá se inspirar, adquirir conhecimento e trocar ideias para se estabelecer de vez no mercado!

E aí? Conseguiu enxergar uma oportunidade para você no empreendedorismo feminino?

Comece a colocar nossas dicas em prática agora mesmo! Conheça nossos cursos e invista em capacitação na área que mais tem a ver com você.