Trabalhar com moda é o sonho de muitos apaixonados pelo universo fashion. E fique sabendo que existem diversas formas de atuar nesse mercado.

Há quem pense que Design de Moda é apenas para estilistas de grifes famosas. Mas não é bem assim, viu?

O mercado inclui também outros profissionais que atuam em diferentes etapas da indústria da moda, passando pela criação de peças, divulgação, vendas, entre outras.

Quer ficar por dentro de todas as possibilidades? Então continue lendo para entender melhor o mercado, as áreas de atuação e como se dar bem na carreira!

O que você precisa saber antes de trabalhar com moda

Embora nem todo mundo entenda a importância da moda, é impossível negar sua relevância para a economia mundial.

Isso porque estamos falando do setor com maior faturamento global no comércio eletrônico: US$ 525 bilhões por ano. E a expectativa é que ele continue crescendo cada vez mais.

Mas, para entender o mercado e se preparar para o que vem pela frente, você também deve ficar de olho nas recentes transformações.

Uma delas é o crescimento do chamado “mercado de segunda-mão”, que vende produtos usados.

Indo numa direção oposta ao fast fashion, esse mercado vem ganhando força, impulsionado por consumidores mais conscientes e preocupados com o meio ambiente. Assim, tem forçado as marcas a se adaptarem ao consumo sustentável.

Nesse sentido, a moda agora precisa ir além do visual e funcionalidade de seus produtos. Precisa ter uma visão mais ampla sobre seus impactos ambientais, culturais e sociais.

Além disso, você deve ter em mente que investir em qualificação profissional é o segredo para ter sucesso, pois a paixão por moda não é o suficiente.

6 possibilidades para quem deseja trabalhar com moda

Tente deixar para trás o mito de que trabalhar com moda se resume a desenhar roupas, calçados e acessórios. Afinal, esta é apenas uma das possibilidades.

A seguir, vamos falar tanto do trabalho dos estilistas quanto de outros profissionais que atuam nesse mercado:

1. Designer de moda

O designer de moda é um profissional conhecido também como estilista. É quem desenvolve as roupas, coleções e acessórios para as marcas.

Quem escolhe essa carreira precisa não apenas ter ótimas habilidades técnicas como também uma boa bagagem de conhecimento para seguir as melhores tendências.

Apesar de glamourosa, fique sabendo que é uma profissão que exige bastante. Portanto, invista no seu próprio desenvolvimento para conseguir chegar longe.

2. Comprador

A profissão de comprador é muito desejada pelos profissionais da área, sabia? Entretanto, não pense que o trabalho é simples.

Para comprar as matérias-primas necessárias para a confecção de peças, é preciso não apenas entender sobre os materiais e suas aplicações.

O comprador também tem o papel de escolher os fornecedores, negociar valores e prazos, acompanhar os pedidos e conferir se foram entregues corretamente.

Por isso, a gente pode dizer que exige um bom jogo de cintura para se dar bem nas negociações e estabelecer relacionamentos próximos com os fornecedores.

3. Coolhunter

Já o coolhunter faz um trabalho de consultoria, seja como autônomo, em escritórios de consultoria ou dentro das marcas.

Embora não seja tão conhecido, é um profissional fundamental para o sucesso das empresas. Isso porque é quem apresenta as direções para o negócio.

Mas não se trata de simples opiniões. O coolhunter precisa fazer pesquisas, análises de comportamento e de consumo, além de acompanhar as tendências voltadas para a inovação de produtos.

4. Consultor de imagem

Também conhecido como personal stylist, o consultor de imagem é quem ajuda outras pessoas a se vestirem melhor. E os objetivos podem ser vários, como:

  • usar roupas que tenham a ver com a personalidade da pessoa;
  • escolher a roupa certa para ocasiões específicas;
  • passar uma boa imagem no trabalho;
  • valorizar as características físicas;
  • criar um estilo próprio.

Seja qual for o objetivo da pessoa, o consultor de imagem faz um trabalho completo de orientação, renovação de guarda-roupa, dicas de estilo e tudo o que for preciso.

5. Produtor de moda

Ainda que não seja responsável por produzir as peças, o produtor de moda precisa ter um conhecimento profundo de moda e assuntos relacionados às artes.

Isso porque ele cria as estratégias para apresentar as novas coleções.

Além de montar os looks, elabora campanhas, editoriais, eventos, desfiles e catálogos. Também fica responsável pela seleção de modelos, maquiadores, fotógrafos, cabeleireiros, figurinistas e outros profissionais.

6. Fotógrafo de moda

Trabalhar como fotógrafo de moda é mais uma das possibilidades. Nesse mercado, os cliques são muito valiosos, sobretudo quando vão parar em capas de revistas e catálogos de grandes marcas.

Além de dominar as técnicas de fotografia, esse profissional precisa ter um bom senso estético para compor imagens que valorizem os produtos.

E o sucesso desse trabalho também depende da sintonia com outros membros da equipe, como cabeleireiros, figurinistas, modelos, produtores e maquiadores.

Como construir uma carreira sólida e se dar bem no mercado de moda?

Apesar da força da moda na economia, muita gente tem receio de apostar fichas nessa carreira. Isso porque, assim como em outras áreas, o mercado de trabalho é concorrido.

Portanto, se você deseja se destacar, faça uma boa faculdade de moda e invista de verdade nos estudos. Se possível, tente se especializar na área em que deseja atuar.

Além de ganhar conhecimento, ao fazer um curso superior na área, você passa a ter chances maiores de crescer, encontrar oportunidades atrativas e salários mais altos.

Realize o seu sonho de trabalhar com moda!

Conhecer possibilidades oferecidas pela área ajudou a clarear as ideias? Este é o ponto de partida para você começar a planejar sua trajetória profissional.

Então, mergulhe de cabeça no mundo da moda e não tenha receio em correr atrás desse sonho!

O que acha de conferir outras dicas valiosas? Baixe agora o infográfico que apresenta os 5 segredos da carreira em Design de Moda!