O Dia do Design é uma data importante para todo designer, incluindo os futuros profissionais. Mas, afinal, quando ela é comemorada?

No dia 5 de novembro!

Se quiser saber por que e em que contexto a data foi criada, é só continuar lendo este artigo.

Vamos contar todas as curiosidades em torno do Dia do Design e falar um pouco sobre a importância da área para o mundo em que vivemos.

Bora lá?

Dia do Design: quando e por que essa data foi criada no Brasil?

Foi lá em 1998 que o Dia do Design foi criado pelo presidente da época, Fernando Henrique Cardoso.

Quando ele assinou o decreto que determinou a comemoração da data no dia 5 de novembro, o objetivo não era apenas reconhecer a expansão dessa área tão valiosa.

O dia também foi criado para homenagear Aloísio Magalhães, um grande designer e o principal responsável por introduzir o Design moderno no Brasil.

Descubra tudo o que você precisa saber sobre Aloísio Magalhães

Magalhães é pernambucano e um dos pioneiros do Design Gráfico brasileiro.

Além de ter ajudado a fundar a Escola Superior de Desenho Industrial do Rio de Janeiro (ESDI), é considerado um dos responsáveis por fazer o Design ser reconhecido como patrimônio intelectual da humanidade.

Só a partir disso já dá para entender por que ele foi o designer homenageado na criação do Dia do Design, né?

Também fez trabalhos importantes na área da cultura e da educação, ocupou cargos em diversas instituições de peso e foi secretário do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Mas Aloísio se tornou um pioneiro na área assim que abriu seu escritório de comunicação visual em 1960. Criou identidades visuais famosas, como as notas do Cruzeiro Novo, o logo da Petrobrás e o primeiro da Globo.

É por conta de tudo isso que no mesmo dia se comemora o Dia do Designer Gráfico!

E o Dia Mundial do Design? Por que cai numa data diferente?

Além da data nacional, existe o Dia Mundial do Design, comemorado em 27 de abril.

Esse dia foi escolhido por ser a data de fundação da International Council of Communication Design (ICoD) em 1963, por Peter Kneebone, em Londres.

O objetivo dessa entidade é ser um órgão representativo das organizações relacionadas ao mercado de Design e fomentar boas práticas profissionais.

Por que o Design é tão importante para a sociedade e às organizações?

Para falar sobre isso, é preciso entender, antes de tudo, que o trabalho do designer não se resume a desenhar ou criar produtos.

É claro que essas funções fazem parte, mas o Design vai além!

Para começar esse papo, basta a gente olhar para a questão da inovação, que anda de mãos dadas com o Design, faz parte de sua essência.

É justamente a partir de novas ideias que os profissionais conseguem criar as soluções que o mundo precisa, seja um produto, serviço ou experiência.

Graças aos designers, as empresas conseguem, por exemplo:

  • ser mais competitivas;
  • conquistar novos consumidores;
  • reduzir os custos de produção;
  • agregar valor às marcas;
  • e até adotar outra perspectiva e forma de pensar.

Ou seja, o Design não existe só para cuidar do “estilo” das coisas. Na verdade, ele faz parte do todo processo de desenvolvimento.

Design como elemento estratégico para os negócios

Não é à toa que hoje a área é vista como estratégica dentro das organizações. Cada vez mais as empresas percebem os retornos valiosos que os investimentos em Design trazem para os negócios.

Ao contar com a ajuda dos designers, uma marca consegue se diferenciar da concorrência, conquistar outros mercados e adquirir uma personalidade.

Dessa forma, o Design ajuda a fazer as empresas chegarem cada vez mais longe.

As pessoas devem estar no centro de tudo

Não é de agora que o Design é visto como um fator de sucesso na entrega de valor para os clientes. E sabe por quê?

Na hora de criar uma solução, os designers colocam as pessoas no centro. Isso quer dizer que as necessidades de quem vai usar a solução é a prioridade.

Tanto é que hoje já existem áreas focadas na experiência do cliente, sobretudo no universo digital.

Olhar voltado para o futuro do planeta, não só da humanidade

Diante da preocupação ambiental, o Design tem sido fundamental para as empresas conseguirem desenvolver soluções sustentáveis.

Afinal, a sustentabilidade não pode estar só no discurso, certo?

Os designers também precisam estudar e pesquisar bastante antes de escolher os materiais que vão ser usados na fabricação de produtos e desenvolvimento de serviços.

Aposte no caminho da qualificação profissional para se tornar um bom designer

Já está pensando em como ter um currículo que chame a atenção das empresas?

Fique sabendo que a graduação é o primeiro grande passo!

Isso porque não dá para deixar de investir em qualificação se você quiser se tornar um profissional de sucesso.

É na faculdade que você vai aprender os conceitos essenciais, habilidades específicas e como usar as ferramentas necessárias no dia a dia do designer.

Além disso, durante o curso, os futuros profissionais começam a construir suas redes de contatos. Ou seja, passam a conhecer gente da área!

E não estamos falando apenas sobre fazer novas amizades. Mas, sim, de criar relacionamentos com pessoas que podem indicar você para vagas ou até mesmo serem parceiras num possível empreendimento no futuro.

Isso sem falar que você fica por dentro de todas as tendências da área e aquilo que existe de mais moderno. E, claro, aprende com quem entende do assunto.

Afinal, é para chegar com tudo no mercado de trabalho!

Como existem várias áreas de atuação dentro do Design, vale a pena dar uma pesquisada nas possibilidades para descobrir aquela que tem mais a ver com você.

E aí, quer se tornar um designer para comemorar o Dia do Design daqui a alguns anos?

Você viu o quanto o Design tem funções importantes no mundo, né?

E agora também está por dentro do caminho para seguir uma carreira na área.

Comece os estudos o quanto antes para realizar os seus sonhos e celebrar o Dia do Design como um designer profissional!

O que acha de tirar todas as dúvidas sobre a profissão e as oportunidades na área? Confira as 20 perguntas e respostas mais comuns!