Quer saber como ter sucesso como designer gráfico? Se você ainda não começou a dar os primeiros passos nessa jornada, a gente mostra o caminho!

Uma carreira no design, assim como em outras √°reas, depende de conhecimento para decolar de vez.

Por isso, o post de hoje traz tudo o que você precisa saber para se dar bem. Vamos falar aqui sobre:

  • o que √© design gr√°fico;
  • o que faz um designer gr√°fico e suas √°reas de atua√ß√£o;
  • caracter√≠sticas para mandar bem no mercado de trabalho;
  • por que investir numa boa gradua√ß√£o;
  • disciplinas do curso para voc√™ conhecer.

Partiu?

Afinal, o que é design gráfico?

O design gráfico é uma área que trabalha com conjuntos de elementos visuais para transmitir ideias, conceitos e mensagens de todos os tipos.

Antes da explos√£o do digital, a √°rea produzia materiais impressos, como banners, cart√Ķes de visita, materiais de escrit√≥rio, pe√ßas para revistas e jornais, entre outros.

Além de, é claro, criar a identidade visual de marcas, o que inclui logos, escolha de paleta de cores e efeitos.

E não para por aí.

Websites, pe√ßas para redes sociais, embalagens, anima√ß√Ķes e ilustra√ß√Ķes tamb√©m fazem parte do universo do design gr√°fico.

Seja qual for a m√≠dia usada, o objetivo √© sempre facilitar o processo de comunica√ß√£o. Ou seja, ajudar a transmitir uma mensagem espec√≠fica para o p√ļblico.

O que faz o designer gráfico? Conheça as áreas de atuação profissional

A profissão de designer é bem mais diversa do que muita gente imagina. Isso porque diversos setores precisam desse tipo de serviço.

Quem escolhe seguir a carreira, pode se especializar em determinadas áreas de atuação, como a gente mostra a seguir.

Produção impressa

Como o nome diz, esta √°rea lida com a parte visual de publica√ß√Ķes impressas, como livros, revistas, jornais, folhetos, entre outros.

Apesar de ser vista como o lado mais tradicional do design gr√°fico, fique sabendo que o trabalho depende do uso de tecnologias modernas.

Isso porque os materiais são criados por meio de softwares de criação e edição.

E não basta apenas desenhar as peças. 

√Č preciso entender sobre impress√£o, escala de cores e tipos de pap√©is para evitar erros que podem causar grandes preju√≠zos.

Web design

Quem escolhe trabalhar com web design atende √†s demandas de desenvolvimento de pe√ßas para websites, redes sociais, e-commerce, blogs, an√ļncios digitais, etc.

Por isso, precisa atuar em parceria com o pessoal de marketing digital, já que a parte visual é um dos elementos usados nas estratégias da área.

Além de curtir tecnologia, os web designers precisam ter um ótimo raciocínio e muita criatividade.

Identidade visual

Os profissionais que trabalham com identidade visual também atuam em conjunto com o marketing das marcas.

Esse processo de cria√ß√£o do logo, escolha das fontes, cores e estilo dos elementos visuais √© o que vai dar a ‚Äúcara‚ÄĚ de uma marca.

Como você pode imaginar, demanda um alto nível de capacidade crítica, já que diz respeito à questão institucional das empresas.

Design editorial

No design editorial, o que os profissionais fazem é usar os conhecimentos do design para deixar materiais mais agradáveis de serem lidos.

Ou seja, o designer pega um livro, revista, folheto e trabalha em cima deles.

Além de pensar na distribuição do texto, precisa saber usar o estilo de diagramação, cores e fontes mais adequadas para cada tipo de material.

Animação

Uma área que chama bastante atenção é a de animação. Se você se interessa por ela, saiba que vai ter que treinar bastante as suas habilidades.

Afinal, é preciso mandar bem na ilustração e dominar os recursos disponíveis para impressionar os clientes.

Porém, o esforço vale a pena, já que se trata de uma área cada vez mais valorizada pelo mercado.

Direção de arte

Os designers que trabalham com direção de arte são os que atuam dentro da publicidade, seja em empresas, agências ou produtoras.

Quem curte lidar com o lado conceitual de campanhas tem tudo para se dar bem na √°rea.

Isso porque o diretor de arte é quem desenvolve as ideias que vão ser usadas em peças para televisão, redes sociais e canais diversos.

Design digital

O design digital vem ganhando autoridade por atender às novas demandas de empresas de todos os setores.

Voltado para as m√≠dias online, os profissionais da √°rea trabalham com v√°rios formatos de conte√ļdo.¬†

Também desenvolvem websites, aplicativos, jogos.

Por isso, precisam estar lado a lado dos desenvolvedores, sempre pensando em criar interfaces atrativas para os usu√°rios e f√°ceis de usar.

7 características do designer gráfico que se destaca no mercado de trabalho

Quem se destaca de verdade são aqueles capazes de atender às exigências do mercado de trabalho.

Mais do que ter uma formação de qualidade, o designer gráfico de sucesso costuma ter certas características que o ajudam a chegar mais longe.

√Č isso o que voc√™ quer? Ent√£o veja quais s√£o elas:

1. Criatividade

Embora pare√ßa √≥bvio, n√£o custa ressaltar a import√Ęncia da criatividade para a profiss√£o de designer.

E não pense que as pessoas nascem criativas, como se fosse um dom, pois não é bem assim.

A criatividade é uma habilidade que pode ser desenvolvida e aperfeiçoada com o tempo a partir do contato com estímulos diferentes e muita mão na massa!

2. Facilidade para lidar com tecnologias

Seja qual for a área de atuação que você escolher, saiba que é impossível fugir das tecnologias.

Até porque, na verdade, elas são as grandes parceiras dos designers.

Na hora de desenvolver pe√ßas, websites, aplicativos, anima√ß√Ķes ou o que quer que seja, os programas de cria√ß√£o e edi√ß√£o s√£o as ferramentas principais.

3. Bom senso estético

Ainda que o senso estético possa ser questionável, ele é importante para quem trabalha no mundo das artes.

Nada mais é do que a capacidade de julgar o que é visualmente agradável aos nossos sentidos.

Os designers que mais se destacam têm essa capacidade aguçada, um olhar preciso para a aparência dos trabalhos que desenvolve.

4. Trabalho em equipe

Todos os profissionais da área, sem exceção, precisam saber trabalhar em conjunto. Afinal, todo projeto de design gráfico envolve várias pessoas.

Quem não sabe atuar de forma colaborativa, conversar e ouvir o que os outros têm a dizer pode se dar mal na carreira.

Vale dizer aqui que a qualidade de um profissional não se mede apenas pelas habilidades técnicas mas também pelas comportamentais.

5. Vontade de aprender

√Č do tipo que tem fome de conhecimento? Ent√£o voc√™ tem tudo para arrasar na vida profissional!

A vontade de aprender é o que vai impulsionar o seu desenvolvimento e aperfeiçoar suas habilidades.

O que não vale é ficar acomodado, achando que já sabe o suficiente. Os estudos nunca podem parar!

6. Ligado nas novidades

Como toda área ligada à inovação, o design vê as mudanças acontecendo de forma acelerada. Se você não ficar ligado, pode ficar para trás.

Por isso, é fundamental para a sua carreira acompanhar o que anda rolando nesse universo.

Buscar novas refer√™ncias e ficar de olho no trabalho de profissionais renomados tamb√©m s√£o h√°bitos que ajudam voc√™ a estar em dia com as tend√™ncias. E, claro, a ter novas inspira√ß√Ķes.

7. Estilo próprio

Os designs de sucesso t√™m um estilo pr√≥prio, algo que d√° uma caracter√≠stica √ļnica para o seu trabalho.

Ao longo da carreira, voc√™ precisa ir atr√°s disso. √Č assim que voc√™ vai se reconhecer nas suas cria√ß√Ķes.

Porém, tenha calma, pois isso não acontece da noite para o dia. Leva tempo, exige dedicação, autoconhecimento e bastante estudo.

Por que você deve investir em um curso superior

A graduação é uma etapa que nenhum profissional deveria pular, sabia? Isso vale até para as pessoas autodidatas.

Fazer uma faculdade é muito mais do que ter um diploma no currículo. São anos importantes para a construção de um futuro promissor.

E os motivos s√£o v√°rios!

Vantagens de fazer uma faculdade

Em primeiro lugar, pelo conhecimento. Você vai aprender as teorias e as habilidades fundamentais para a profissão com quem manja do assunto de verdade.

Além disso, o ensino superior oferece a você oportunidades de colocar o que aprendeu em prática.

De quebra, começa a lidar com a cultura de projeto, que faz parte do DNA da profissão. Assim, aprende a trabalhar em equipe e conhece melhor os colegas.

Tanto √© que os seus amigos de faculdade v√£o ser os seus futuros colegas de profiss√£o. Isso significa que essas rela√ß√Ķes s√£o importantes n√£o s√≥ para a vida pessoal como tamb√©m para a carreira.

Portanto, a gradua√ß√£o √© uma experi√™ncia √ļnica!

Mais do que sair preparado para o mercado de trabalho, é onde você vai fazer contatos importantes, trocar conhecimento e focar no seu desenvolvimento.

Como é o curso de design gráfico?

A formação em design gráfico é oferecida na modalidade bacharelado e tem duração média de 4 anos.

Ao longo do curso, os estudantes têm contato com matérias ligadas às artes, diferentes linguagens, metodologias e técnicas para criar projetos gráficos e digitais.

Vale dizer que as melhores institui√ß√Ķes oferecem uma forma√ß√£o interdisciplinar, com curr√≠culo flex√≠vel, para potencializar ainda mais a atua√ß√£o dos futuros profissionais.

Assim, conseguem formar um designer gr√°fico capaz de problematizar, refletir e gerar solu√ß√Ķes inovadoras para o mundo. Afinal, a arte tamb√©m tem um papel importante na supera√ß√£o dos desafios dos novos tempos.

Tanto dentro quanto fora da sala de aula, você tem a oportunidade de trocar ideias e aprender com os profissionais mais renomados do mercado.

Para conquistar o diploma, é preciso cumprir uma carga horária de prática profissional, estágio supervisionado e trabalho de conclusão de curso.

Disciplinas do curso de design gráfico para você conhecer

Veja quais são algumas das principais matérias estudadas na faculdade:

Produção gráfica

Na hora de fazer um projeto gr√°fico, o designer gr√°fico precisa saber quais materiais e processos devem ser usados em cada caso.

√Č por isso que esta disciplina √© t√£o importante.

Além de estudar a teoria, os alunos têm experiências práticas por meio da aplicação de vários métodos tanto para criar quanto para imprimir peças gráficas.

Ilustração

A ilustra√ß√£o costuma ser uma das paix√Ķes do pessoal da √°rea. Afinal de contas, o desenho √© um jeito criativo de transmitir ideias que o texto pode n√£o dar conta.

Mas, para isso, os profissionais precisam n√£o apenas saber desenhar.

Nesta disciplina, os estudantes aprendem a usar diferentes ferramentas. E, claro, sempre explorando o potencial crítico e inovador para atender demandas de vários tipos.

Experiência do usuário

Conhecida tamb√©m pelo nome em ingl√™s ‚Äď User Experience (UX) ‚Äď, a experi√™ncia do usu√°rio se tornou uma das prioridades para as marcas.

Por meio do design, elas conseguem melhorar o relacionamento com os consumidores e aumentar o nível de satisfação deles.

Portanto, esta disciplina trata das formas de desenvolver produtos digitais que tornem as intera√ß√Ķes virtuais mais f√°ceis. Ou seja, sistemas, aplicativos e websites acess√≠veis, f√°ceis de usar e √ļteis para os usu√°rios.

Empreendedorismo

Empreender é algo que faz parte da realidade do designer gráfico. Já imaginou ter um negócio para chamar de seu?

Saiba que esse é um dos caminhos possíveis.

Mais do que ensinar o futuro designer gráfico a abrir um negócio, a disciplina explora a perspectiva empreendedora.

Isso é favorável para todo profissional, já que aplica um pensamento inovador, sempre em busca de novas tendências e necessidades do mercado.

Motion graphics

O motion graphics se tornou um recurso bastante usado pelas marcas. Voc√™ certamente conhece aqueles conte√ļdos multim√≠dia com anima√ß√Ķes que criam a ilus√£o de movimento.

√Č isso que a disciplina ensina: produzir v√≠deos animados com forte impacto visual.

Além de aprender a usar os programas, os estudantes descobrem como usar motion graphics para criar engajamento e narrativas poderosas.

E aí, pronto para encarar o curso?

Agora que você sabe mais sobre como se tornar um designer gráfico e como funciona a graduação, deve estar mais seguro em relação à escolha de carreira.

Mas não deixe de continuar buscando informação para colocar o seu futuro na direção certa!

Falando nisso, que tal aproveitar para conhecer este curso no IED S√£o Paulo? Acesse este link e saiba mais!