Você é do tipo que sonha em entrar para o mundo da moda e acredita que ela pode ser uma poderosa forma de se comunicar? 

Então você precisa conhecer a profissão de perto!

Antes de dar os primeiros passos na carreira, nada melhor do que entender sobre a formação profissional e ficar por dentro das possibilidades de atuação.

Veja tudo o que você vai encontrar neste artigo

  • O que √© Design de Moda;
  • As √°reas de atua√ß√£o para o designer de moda;
  • O perfil dos profissionais que se destacam no mercado de trabalho;
  • Por que √© importante fazer um curso superior na √°rea;
  • Como √© o curso de Design de Moda?
  • Quais s√£o as principais disciplinas da gradua√ß√£o.

Bora conferir!

O que é Design de Moda?

Se a gente olhar bem para trás na história, vamos descobrir que o Design de Moda nasceu por volta do século XV.

Por muito tempo, as pessoas se vestiam igual. Ninguém pensava em variar os looks ou ter um estilo próprio como acontece hoje.

Na época da Idade Média, em que existia uma necessidade de diferenciar as pessoas de cada classe social, as roupas ganharam outro papel. Elas mostravam a qual casta alguém pertencia.

Aos poucos, a atividade de costura foi se tornando mais forte, pois os burgueses queriam se vestir como a nobreza da época.

No entanto, foi apenas a partir da Revolução Industrial, com a criação das máquinas de costura, que a produção de roupas se popularizou. Afinal, elas passaram a ser mais acessíveis para pessoas de todas as classes.

Em paralelo, a alta-costura nasceu, explorando a exclusividade das pe√ßas. A ideia era diversificar a moda por meio de pe√ßas √ļnicas, luxuosas e feitas sob medida.

11 áreas de atuação para o designer de moda

1. Design

Esta talvez seja a √°rea mais conhecida entre as pessoas. Chamado de designer de moda ou estilista, esse profissional √© quem desenha as roupas, cal√ßados e acess√≥rios para as cole√ß√Ķes das marcas.

Al√©m de trabalhar para outras empresas, alguns abrem as suas pr√≥prias. √Č uma possibilidade interessante para quem sonha em expressar seu estilo por meio das pe√ßas.

2. Modelagem

Os modelistas são os responsáveis pela segunda etapa de criação das roupas. Eles recebem o desenho feito pelo estilista e fazem o primeiro molde no papel.

Ent√£o, passam o molde para o tecido e enviam para a plotagem.

A ideia é que essa primeira peça seja usada como modelo para as próximas. Funciona também como uma espécie de teste. Se algo não estiver legal, pode ser ajustado antes da produção começar.

3. Negócios

Os profissionais com um perfil de gest√£o costumam se dar bem na √°rea de neg√≥cios. √Č preciso gostar de estar √† frente de projetos, encabe√ßar ideias e organizar os processos.

Eles podem tanto desenvolver estrat√©gias para as cole√ß√Ķes quanto liderar outros setores, como divulga√ß√£o, produ√ß√£o, distribui√ß√£o, comercial, entre outras.

4. Coordenação

Já quem escolhe trabalhar com coordenação fica responsável pelas equipes de trabalho de lojas e magazines.

Ou seja, o prop√≥sito do trabalho √© cuidar da compra de cole√ß√Ķes, gerenciar as equipes de estilo, dar orienta√ß√£o sobre as principais tend√™ncias de moda e por a√≠ vai.

5. Consultoria

Na consultoria, os profissionais são conhecidos como consultores ou personal stylists. São eles que ajudam as pessoas a escolher as peças mais adequadas, de acordo com o estilo desejado ou ocasião.

Por isso, √© comum que eles trabalhem para artistas e figuras p√ļblicas, que s√£o pessoas que precisam passar uma boa impress√£o para sua audi√™ncia.

√Č um trabalho que precisa levar em conta as caracter√≠sticas do rosto, formato do corpo, cor da pele e do cabelo.¬†

Portanto, n√£o se trata de dar uma simples opini√£o como muitos imaginam.

6. Fotografia

Há ainda quem se especialize em fotografia. O designer de moda que toma esse rumo trabalha com a produção de ensaios fotográficos.

Esses ensaios podem ser para revistas, cat√°logos, an√ļncios, exposi√ß√Ķes, etc.

Mas isso não significa que ele trabalhe como fotógrafo. O que esse profissional faz é acompanhar a produção das fotos, dando os direcionamentos necessários para chegar ao resultado esperado.

7. Produção

As produ√ß√Ķes do mercado da moda, principalmente os desfiles, acontecem gra√ßas ao trabalho de v√°rios profissionais. E um deles √© o produtor.

√Č a pessoa que cuida de todos os detalhes de um desfile, evento ou at√© mesmo de uma campanha publicit√°ria.

8. Figurinismo

Como o nome diz, os figurinistas trabalham com a elabora√ß√£o de figurinos para personagens de teatro, cinema, televis√£o, entre outras produ√ß√Ķes art√≠sticas.

Além de escolher as roupas a serem usadas, podem desenvolver adereços especiais para os espetáculos.

Mais do que conhecer as peças escolhidas ou criadas, precisam entender sobre o enredo das histórias, os cenários e as características dos personagens.

9. Visual merchandising

Com certeza você já deve ter sido atraído a entrar em uma loja por conta de uma vitrine chamativa, não é mesmo?

Fique sabendo que esse é um trabalho feito pelo pessoal de visual merchandising.

O que esses profissionais fazem é cuidar de toda a comunicação visual de uma loja, o que inclui a disposição das araras, escolha de cores, manequins, etc.

10. Marketing

Quem se forma em Design de Moda também pode migrar para o setor de marketing das marcas e lojas.

Afinal, nada melhor do que contar com alguém com conhecimentos específicos do universo fashion para dar aquela força nas estratégias de comunicação e vendas.

Assim, o designer de moda que atua nesta área colabora para o desenvolvimento de produtos e serviços que atendam às necessidades e desejos dos consumidores.

11. Ilustração

O designer de moda apaixonado por desenho pode encontrar boas oportunidades de trabalho em ilustração.

Nessa √°rea, desenvolvem desenhos para revistas e campanhas publicit√°rias, criam estampas para a ind√ļstria t√™xtil e ajudam a compor o universo visual das cole√ß√Ķes.

Qual é o perfil dos profissionais que se destacam no mercado de trabalho?

Seja qual for a √°rea de atua√ß√£o escolhida, o designer de moda precisa ser capaz de dialogar com todas as pontas da ind√ļstria que faz parte.

Isso é o que permite ocupar uma posição de destaque no mercado, seja trabalhando para outras empresas ou lançando a própria marca.

Como outras profiss√Ķes criativas, o designer de moda precisa ser uma pessoa antenada. Ou seja, ligada √†s tend√™ncias, novidades do mercado em rela√ß√£o a materiais, novas t√©cnicas de costura e estrat√©gias comerciais.

Por sempre trabalhar em equipe, é importante que os profissionais da área saibam se comunicar e lidar bem com pessoas.

Enquanto outras habilidades podem ser desenvolvidas ao longo da carreira, uma em especial precisa fazer parte da essência de todo designer de moda: a sensibilidade.

Nada mais é do que ter um olhar sensível, saber dar atenção para os elementos visuais que aparecem pelo caminho e encará-los como fonte de inspiração.

Por que é importante fazer um curso superior na área?

Há quem pense que para trabalhar em áreas ligadas às artes não é preciso ter uma formação. Isso costuma estar associado à ideia de talento.

Ainda que algumas pessoas desenvolvam desde pequenas habilidades que favorecem o trabalho em certas profiss√Ķes, ningu√©m nasce com um dom ou algo do tipo.

Tudo é questão de aprendizado. E no Design de Moda não seria diferente.

Assim como em outras profiss√Ķes, quanto maior for o seu n√≠vel de qualifica√ß√£o profissional, mais chances voc√™ ter√° de se destacar no mercado de trabalho.

Portanto, não deixe de investir em uma boa graduação.

A faculdade é uma experiência fundamental tanto para a sua vida profissional quanto pessoal. Afinal de contas, são anos de vivências que só a graduação pode oferecer.

Além de adquirir os conhecimentos e habilidades necessárias para você ser um ótimo designer de moda, caminhos interessantes podem se abrir.

Isso porque você passa a ter contato com muitos colegas que vão se tornar seus futuros parceiros de profissão. E, claro, com professores que são referências no mundo da moda.

Não dá para deixar de lado também o processo de amadurecimento pelo qual os estudantes passam nesse período da vida.

√Č quando eles aprendem que a forma√ß√£o √© um apoio importante, que d√° as bases necess√°rias. Por√©m, aprender a caminhar com as pr√≥prias pernas √© essencial.

Como é o curso de Design de Moda?

Com duração média de 4 anos, a graduação tem o objetivo de preparar o futuro designer de moda para enfrentar os desafios atuais e vindouros do mercado.

√Č um setor que est√° em constante transforma√ß√£o e oferece in√ļmeras oportunidades para os profissionais.

Pensando nisso, a graduação de Design de Moda não fica limitada apenas à criação de produtos.

A diversidade de disciplinas presente na grade curricular engloba todas as práticas do setor. Inclui comunicação, análise de mercado, empreendedorismo e inovação.

Por ter uma pegada interdisciplinar, que une a prática à teoria, a faculdade prepara os estudantes para compreender a cadeia produtiva da moda de forma ampla.

Ao longo do curso, os alunos exercitam a criatividade em atividades de laborat√≥rio, participam de concursos e de todas as etapas do processo de desenvolvimento de cole√ß√Ķes.

Além disso, estudam os assuntos mais importantes para atender às demandas do mercado. Tendências, pesquisa de cores, formas, materiais, modelagens, costuras, acabamentos, entre outras.

Conheça 5 disciplinas do curso de Design de Moda

1. No√ß√Ķes de constru√ß√£o do vestu√°rio

Mesmo quem não tem intenção de trabalhar como estilista precisa estudar sobre o assunto para entender como as peças são criadas.

Ao longo das aulas, você aprende sobre os materiais e principais técnicas usadas na composição de uma roupa. E tudo o que pode ser adicionado a ela, como bolsos, mangas e golas, por exemplo.

Como parte importante desta disciplina est√£o os estudos sobre medidas, ferramentas de desenho e uso de moldes.

2. Materiais têxteis

As mat√©rias-primas usadas pela ind√ļstria t√™xtil passaram por v√°rias modifica√ß√Ķes ao longo do tempo.

E essas mudanças estão relacionadas ao contexto histórico de cada época.

Al√©m de conhecer as caracter√≠sticas das diferentes fibras ‚Äď naturais, artificiais e sint√©ticas ‚Äď, os estudantes aprendem sobre os processos e m√©todos de fabrica√ß√£o de tecidos, tingimento, lavagens e estamparia.

Com o olhar voltado para o futuro, a disciplina aborda conceitos fundamentais para as marcas ambientalmente conscientes, como é o caso da sustentabilidade.

3. Desenho de moda

Nas aulas de desenho de moda, os alunos aprendem os conceitos b√°sicos do desenho de observa√ß√£o. A partir disso, s√£o estimulados a criar, explorando as m√ļltiplas possibilidades do desenho criativo.

Durante o processo, podem experimentar os recursos gr√°ficos computacionais usados pela ind√ļstria da moda.

√Č uma mat√©ria t√£o importante para o trabalho do designer de moda que costuma ser dividida em m√≥dulos distribu√≠dos ao longo do curso.

4. Comportamento e consumo

Entender como os consumidores se comportam é algo fundamental para a atuação dos profissionais da moda. Afinal, é para eles que os produtos são desenvolvidos.

E o sucesso das peças está diretamente ligado ao comportamento de quem compra.

Além de entender o processo de compra, os profissionais precisam saber como a informação impacta e influencia o comportamento das pessoas.

Pode parecer um mero detalhe, mas s√£o fatores que precisam ser considerados na hora de desenvolver cole√ß√Ķes, fazer a divulga√ß√£o e desenvolver as estrat√©gias de comunica√ß√£o das marcas.

5. Moda e inovação

A inovação tem um papel central para a evolução do mercado da moda. Isso porque, assim como outros, o setor também usa a tecnologia para se reinventar.

Por isso, esta é uma disciplina importante para a formação dos futuros designers.

Seu principal objetivo √© desenvolver o olhar para a inova√ß√£o, a busca de novas oportunidades e ideias para melhor a capacidade de produ√ß√£o. E, claro, de criar m√©todos sustent√°veis para a ind√ļstria da moda.

Pronto para dar o primeiro passo?

Se eu fosse você, não esperaria mais para dar os primeiros passos na carreira de designer de moda.

Depois de conhecer mais sobre o curso e a profissão, a vontade deve ter ficado ainda maior, não é mesmo?

Então, aproveite para saber mais detalhes e fazer a inscrição no curso de Design de Moda do IED!