Tem vontade de trabalhar com Design Gráfico, mas ainda está em dúvida? 

O que vai ajudar você a tomar uma decisão é conhecer melhor a graduação e o conteúdo do curso.

Ao ficar por dentro do que você vai encarar na faculdade, é possível clarear as ideias em relação à profissão de designer, a área e os assuntos estudados.

Foi pensando nisso que preparamos este artigo.

Confira, a seguir, tudo o que você precisa saber sobre essa graduação e as principais disciplinas. 

Vamos lá?

O que é Design Gráfico?

Por todos os lados que a gente olha, o Design Gráfico está presente. 

Isso porque inclui os diversos trabalhos de criação e comunicação de ideias que envolvam elementos visuais.

As primeiras gerações de designers trabalhavam apenas com materiais impressos, diagramação de textos e ilustrações para composição de peças gráficas.

Mas, hoje, o Design Gráfico também se insere no meio digital.

Em um mundo com tanta informação bombardeando a gente o tempo inteiro, mais do que transmitir mensagens e ideias, o designer precisa gerar impacto.

Para isso, dependem de muito conhecimento e habilidades para lidar com as ferramentas de trabalho.

Com a força que as mídias online têm dentro da economia criativa, a área cresceu e se fortaleceu. 

Dessa forma, o Design Gráfico se tornou ainda mais importante para a sociedade.

Além de ser uma área que atende às demandas de negócios, tem o poder de construir novos sentidos e trazer melhorias para a vida das pessoas.

Como é o curso de Design Gráfico?

A graduação em Design Gráfico costuma ser oferecida na modalidade bacharelado, com duração média de 4 anos.

Nos primeiros semestres, os estudantes entram em contato com as bases da profissão, que incluem o estudo, por exemplo, de campos como: 

  • História da Arte e do Design.
  • Desenho e Técnicas Expressivas;
  • Linguagem Visual;
  • Semiótica;
  •  Linguagem Fotográfica; 
  • Antropologia.

Entretanto, desde o começo, as faculdades buscam incentivar a elaboração de projetos e a participação em atividades complementares. 

É uma forma de os futuros designers se familiarizarem com esse modo de trabalhar.

Conforme a graduação avança, disciplinas mais complexas de projetos são oferecidas, assim como outras ligadas à Experiência do Usuário, à área de Marketing e ao Empreendedorismo.

Promovendo a criatividade e inovação

As melhores faculdades se preocupam em potencializar a atuação dos futuros designers. Por isso, dão flexibilidade para os estudantes montarem seus próprios currículos.

Mas o que isso quer dizer?

Que você pode construir seu próprio portfólio a partir das experiências oferecidas pela instituição de ensino.

Quando for buscar um curso de Design Gráfico, dê preferência para as faculdades que preparam os estudantes para problematizar, refletir sobre a realidade e criar soluções inovadoras para a sociedade.

Esse estímulo pode se dar por meio de projetos desafiadores, desenvolvidos a partir de diferentes linguagens, tecnologias e plataformas.

Só assim é possível desenvolver as competências exigidas pelo mercado de trabalho.

Projeto de conclusão e estágio supervisionado

Além de cursar as disciplinas, você vai precisar colocar a mão na massa para terminar a graduação e conquistar o seu diploma.

Nos últimos semestres, os estudantes precisam desenvolver um projeto de conclusão de curso, em que vão aplicar o conhecimento adquirido na faculdade.

E também precisam cumprir determinadas horas de estágio supervisionado, que faz parte da grade curricular.

Design Gráfico - cursoConheça 5 disciplinas do curso de Design Gráfico

Ficou com vontade de saber mais? 

Então descubra quais são algumas das principais disciplinas da graduação:

1. Ilustração

O estudo de Ilustração explora o desenho como um meio de expressar ideias e pensamentos.

Nesse sentido, a disciplina apresenta aos alunos as ferramentas fundamentais para a elaboração de propostas criativas para as diferentes mídias.

Além da parte técnica, a vivência em sala de aula busca estimular o aprendizado criativo e o pensamento crítico.

Isso tudo para que os futuros designers sejam capazes de criar ilustrações inovadoras para atender projetos dos mais diversos nichos de mercado.

2. Narrativa visual

Sabia que as histórias não são contadas apenas pelos textos? Os elementos visuais também são capazes de criar narrativas.

Nesta disciplina, os estudantes estudam as características da linguagem visual e as possibilidades que ela oferece.

A partir do uso de imagens múltiplas, fotografia, animação e diversas técnicas audiovisuais, os designers conseguem produzir histórias e impactar as pessoas.

3. Experiência do usuário

Oferecer uma experiência positiva para os clientes é uma das maiores preocupações das marcas hoje. E os designers têm um papel-chave aqui.

Ao estudar sobre experiência do usuário, os alunos aprendem sobre os fatores que influenciam o nível de satisfação dos consumidores e o relacionamento deles com as empresas.

Mais do que isso, aprendem a elaborar produtos digitais – como sites, aplicativos, e-commerces, sistemas – atrativos, fáceis de usar, acessíveis, úteis e que facilitem as interações no ambiente virtual.

4. Produção gráfica

Nas aulas de produção gráfica, os alunos têm contato com os métodos convencionais e eletrônicos de criação e impressão.

É importante conhecer os processos e materiais, pois eles influenciam a elaboração dos projetos gráficos.

Por isso, também fazem parte da disciplina os exercícios de criação e experiências em gráficas de grande porte.

5. Empreendedorismo

A matéria de empreendedorismo é importante não só para quem deseja abrir o próprio negócio. 

Todos os profissionais se beneficiam deste tipo de conhecimento, sabia?

Isso porque a perspectiva empreendedora motiva os estudantes a buscarem novos conhecimentos e entenderem as tendências de mercado.

Sem contar que o sucesso de qualquer projeto de Design Gráfico depende de uma compreensão profunda sobre o contexto para trazer inovação e impressionar os clientes.

Então, acha que essa graduação tem a sua cara?

Depois de ler sobre como funciona o curso de Design Gráfico, a gente espera que as suas ideias tenham ficado um pouco mais claras.

Se é isso o que você quer para o seu futuro profissional, comece a correr atrás dos seus sonhos e busque o melhor curso para se tornar um designer de sucesso!

Quer conferir outros conteúdos interessantes para a sua carreira? Então assine a newsletter do IED e fique ligado nas novidades do mercado de trabalho!