O design nunca foi tão presente – e tão indispensável – nas nossas vidas, inclusive na nossa carreira.

Está na hora de entender tudo que este profissional pode fazer e porque o mercado de trabalho está tão aquecido.

Stefano Carta Vasconcellos, designer de produto e diretor acadêmico do IED, traz sua visão para essa carreira tão apaixonante e promissora.

Cada vez mais o Design está presente nas profissões, e às vezes nem nos damos conta disso.

É curioso ver que enquanto já há entendimento comum para as “novas” carreiras, como as relacionadas à inovação tecnológica, big data e biomedicina, o design ainda é limitado ao desenho na sua concepção estética e mais superficial. Eu, que trilho essa carreira há um tempo, vivi do desconhecimento do início até a missão que tenho hoje, de disseminar e promover essa área e as inúmeras profissões ligadas ao design. 

Quando iniciei a minha jornada acadêmica o design já era um desejo, mas como não existia um IED na Sardenha (Itália), onde eu morava, acabei investindo na formação de economista. Já estava atuando em uma companhia aérea quando abriu um IED mais próximo de casa e eu não perdi tempo para me inscrever no curso – lembro que na época meu pai via a economia como caminho mais seguro, mas ao perceber que pela primeira vez eu tinha a chance de estudar o que eu sonhava, decidiu me dar a possibilidade de seguir esse sonho.

Minha missão na carreira de Design

Esta história toda faz muito tempo, mas esse filme ainda roda na minha cabeça constantemente. Como diretor acadêmico do Istituto Europeo di Design em São Paulo, vejo jovens e seus familiares questionarem a escolha pelo design, e se essa é uma profissão promissora, e vejo também profissionais já estabelecidos em outras áreas que querem mudar de carreira e finalmente admitir o que sempre quiseram para suas vidas profissionais.

Então, sem metáfora ou exagero, eu tenho a missão de mostrar tudo que é o design, porque ele está em absolutamente tudo à nossa volta e as pessoas simplesmente não sabem. Vamos lá: nossas empresas favoritas de e-commerce e o internet banking funcionam graças ao Design de UX (experiência do usuário); uma embalagem só consegue ser de fato sustentável se o designer de produto também tiver conhecimentos sobre os processos sustentáveis; e o design de serviços foi uma das áreas que mais cresceu neste ano de pandemia. Só para começar.

Carreira do Design

Referências da aplicação do Design

Um exemplo emblemático é do estúdio italiano Carlo Ratti Associati, que desenvolveu no ano passado a The Circular Juice Bar, uma máquina de suco de laranja que transforma os resíduos da casca da fruta em copos bioplásticos impressos em 3D, contribuindo para a economia circular, que é princípio obrigatório para os objetos de hoje. O projeto foi liderado por um designer com a capacidade de unir o conhecimento vertical de conteúdos técnicos e as equipes multidisciplinares com habilidades diferentes. É nessa hora que tiramos a atenção do objeto em si, e começamos a enxergá-lo como parte de algo de impacto grandioso, que é como ele deve ser visto. 

Aqui no Brasil, também nascem projetos diferenciados e premiados, e me orgulho em dizer que muitos deles no próprio IED. Uma aluna de Design Gráfico e Digital, Fernanda Bezerril,  foi premiada pelo seu projeto de conclusão de curso para uma marca de café, no conhecido Global Design Graduate, promovido pela ARTS THREAD. E esse é apenas um exemplo do que vemos acontecer no IED SP todos os dias. 

Pensar Design

Tudo isso para dizer que ao pensar no que é design, é preciso ter em mente como ele está inserido na vida das pessoas e no mercado de trabalho atualmente e deixar para trás velhos formatos.

Eu escolhi levar esse pensamento para o maior número de pessoas possível. Seja para encorajar mudanças de carreiras, como aconteceu comigo, seja para elevar a profissão ao patamar que ela já ocupa, seja para estimular novos designers a desbravar esse universo tão fascinante.

Ainda tenho um caminho a percorrer, mas ele nunca deixará de ser muito empolgante. 

Stefano Carta Vasconcellos, designer de produto e diretor acadêmico do IED.

 

Confira nosso conteúdo exclusivo para saber tudo sobre o design!

Saiba mais sobre o IED

Fundado na Itália, em 1966, o Istituto Europeo di Design é uma rede internacional de inteligências criativas, unindo educação, pesquisa e ação em design, moda e comunicação em suas 11 sedes pelo mundo.

Inaugurado em 2005, o IED São Paulo marca o início das atividades do Instituto fora da Europa e no Brasil, posicionando-se como a única faculdade internacional 100% dedicada ao design no país.

As sedes do IED Brasil tecem uma rica rede de estudantes, professores e profissionais em torno da prática do design, propondo ideias e soluções inovadoras para pessoas, negócios e sociedades a partir da perspectiva criativa do design.