Pensa em trabalhar com artes visuais mas não sabe por onde começar? A gente ajuda você a encontrar o melhor caminho.

Dentro das artes visuais, existem várias manifestações artísticas que marcaram a história da humanidade. 

Pela força que elas têm, continuam vivas até hoje, criando um grande campo de atuação para os apaixonados por arte.

Você faz parte desse grupo?

Então continue lendo para saber mais sobre as artes visuais e conferir as melhores dicas para trabalhar na área!

Artes visuais: o que são?

O conceito de artes visuais se transforma de acordo com a realidade do momento. E o mesmo acontece com as técnicas, materiais e temas explorados pelos artistas.

Lá na pré-história, o que existam eram as pinturas feitas nas paredes das cavernas. Com o passar do tempo, o homem foi começando a usar novas ferramentas para se expressar.

Então começaram a surgir formas mais desenvolvidas, como a pintura, gravura e escultura.

Mas, nos dias de hoje, a gente consegue usar uma infinidade de recursos para fazer arte. 

Por isso, quando falamos de artes visuais, incluímos também as colagens, arte urbana, multimídia, design, moda, performances, entre outras.

Ou seja, todas as formas de expressão e linguagens que tenham um caráter visual e estético marcante, sensível, com algum propósito.

Artes visuais - pintura5 dicas para trabalhar com artes visuais

1. Respire arte

Treinar o olhar e conhecer bem este universo é essencial. Por isso, as artes visuais devem estar presentes no seu dia a dia.

Crie o hábito de pesquisar sobre os artistas que chamam sua atenção, visitar museus e galerias.

Mais do que isso, ao andar pela cidade ou quando viajar para outros lugares, tente dar mais atenção ao que está ao seu redor. Afinal, a arte está por todos os cantos.

2. Crie sua própria identidade

Sempre coloque um pouco de você nos seus trabalhos. É isso o que faz as criações de um artista se diferenciarem.

Já parou para pensar no que é único em você e na sua história?

Seja qual for sua linguagem artística preferida, não fique preso às regras nem se sinta obrigado a seguir o que outros artistas estão fazendo.

3. Não tenha vergonha de expor seu trabalho

Este costuma ser um grande desafio, principalmente para quem está começando. Mostrar o que a gente mesmo fez dá um frio na barriga! E isso é mais do que normal.

Por outro lado, você já deve ter ouvido falar que “quem não é visto não é lembrado”.

Portanto, dê um chega para lá na insegurança e não esconda seus trabalhos. 

Acredite no seu potencial, pense em todo o esforço que colocou na sua criação e vá em frente.

4. Aprenda a lidar com a rejeição

Muitos dos artistas mais consagrados do mundo foram rejeitados em algum momento da carreira.

Se Claude Monet e  Andy Warhol passaram por isso, por que você deveria ter medo de enfrentar uma situação parecida?

Tudo isso para dizer que a rejeição faz parte e você deve estar pronto para lidar com ela se quiser trabalhar com artes visuais.

5. Estude bastante

Por fim, mas não menos importante, é a formação. Uma dica é começar pela graduação que tenha mais a ver com a arte que você mais gosta.

Para quem curte desenho, por exemplo, uma faculdade de design pode ser um ótimo caminho.

Ainda que seja possível aprender muita coisa sozinho, uma formação de qualidade faz uma grande diferença para o desenvolvimento dos futuros artistas.

Aposte no que você ama!

Ficou com ainda mais vontade de trabalhar com artes visuais? Então comece a dar os primeiros passos para viver da sua paixão.

Se quiser uma força, assine a newsletter do IED! Assim, você recebe as melhores dicas para se dar bem na vida profissional.