Para tomar o rumo certo, você precisa conhecer as principais áreas do Design e as oportunidades que elas oferecem para o seu futuro profissional.

Isso porque, depois de se formar, os designers encontram diversas possibilidades de atuação no mercado. Mas cada uma delas tem suas próprias características.

Quer saber o que essas áreas prometem para a sua carreira?

Então vem com a gente!

6 áreas do Design que são ótimas apostas para os futuros profissionais

A diversidade do mercado de Design é um ponto positivo para quem curte trabalhar com projetos, criando produtos e serviços inovadores em diferentes setores.

Por isso, existem diferentes áreas do Design que você pode seguir:

1. Design de Moda

Graças ao Design de Moda, a gente pode usar roupas, sapatos e acessórios que tenham a nossa cara.

Afinal, o que a gente veste diz muito sobre o que a gente é.

Antenados nas tendências, os profissionais da área buscam novas inspirações e inovam nas técnicas de produção e escolha de materiais.

Isso porque as pessoas hoje se importam com o que estão consumindo. Portanto, as marcas precisam mostrar seus valores e se preocupar com os impactos sociais e ambientais de sua produção.

Assim, a moda tem se transformado para acompanhar as mudanças do mundo. Nesse contexto, os designers encontram diversos jeitos de atuar na indústria da moda.

Quem se forma na área pode tomar vários rumos diferentes e trabalhar como:

  • estilista;
  • figurinista;
  • personal stylist;
  • consultor de moda;
  • modelista;
  • pesquisador de tendências;
  • produtor de desfiles, campanhas publicitárias e eventos.

2. Design Gráfico e Digital

O Design Gráfico e Digital é provavelmente uma das carreiras mais populares da área.

Por onde você olhar, os materiais gráficos e digitais estão presentes. Eles funcionam como meios de se comunicar, transmitir ideias e espalhar mensagens.

Mais do que ninguém, o designer sabe o quanto os elementos visuais são poderosos na hora de gerar impacto.

Em um tempo em que a gente está sempre sendo bombardeado de informação, a comunicação precisa ser impactante para gerar bons resultados.

Hoje é no digital que grande parte dos profissionais encontram as melhores oportunidades. De mãos dadas com a tecnologia, eles podem produzir sites, aplicativos, interfaces de programas, vídeos, entre outros produtos.

Além de, é claro, trabalhar com materiais impressos, diagramação de textos e ilustrações para, por exemplo, revistas, jornais, livros e embalagens.

3. Design de Produto

Trabalhar como designer de produto pode ser uma boa escolha para quem gosta da ideia de criar todo tipo de coisa, literalmente.

O designer de produto projeta e desenha desde pequenas embalagens até carros e maquinários para a indústria, sabia?

Seja qual for a criação, não é só a questão estética que importa. Além de ter um visual bacana, tanto os produtos quanto os serviços precisam ser:

  • úteis;
  • funcionais;
  • eficientes.

Mas isso só é possível porque, antes de colocar a mão na massa, o designer estuda muito bem as necessidades das pessoas e do mercado.

Ainda, usa a criatividade para desenvolver novas ideias e dar uma cara nova ao que já existe, ajudando as marcas a oferecerem ainda mais valor para os seus clientes.

4. Design de Serviço

Esse segmento do Design, também conhecido como Service Design, é voltado para a relação entre empresas e consumidores. 

Como seu nome sugere, o objetivo do Design de Serviço é otimizar o que é oferecido ao cliente. A satisfação do público-alvo, em todas as etapas de compra, deve ser o foco de atenção para tornar o serviço competitivo no mercado. 

Nesse caso, o propósito do profissional é ter uma visão holística, que engloba alguns fatores: atendimento oferecido, forma como os conteúdos relacionados ao serviço são dispostos e qualidade a ser mantida na relação com o cliente. 

A atuação do designer de Serviço está intimamente ligada aos pontos de contato que o público tem com a empresa. Deve trabalhar conectado a outros times, para que haja sinergia.

5. Design de Interiores

O Design de Interiores é outra área bem conhecida, mas que tem se transformado de uns tempos para cá.

Na criação de ambientes internos de casas ou espaços comerciais, os profissionais sempre se preocuparam com o visual e a funcionalidade.

Porém, a atuação dos designers vai além disso. É um trabalho que precisa partir de um olhar inovador, que pensa os espaços de forma estratégica e integral.

Isso quer dizer que cada vez mais os profissionais têm dado uma atenção especial às necessidades dos clientes. Os ambientes também dizem muito sobre a identidade das pessoas e das empresas.

Dessa forma, o designer de interiores precisa dominar muito mais do que apenas as técnicas de decoração. Ele precisa saber valorizar as edificações e a singularidade de quem vai usar os espaços.

6. Design de Mobiliário

Outro caminho possível é o Design de Mobiliário. Para quem não é da área, a projeção de móveis pode parecer simples, mas não é.

Na verdade, a criação de peças de mobiliário deve ser encarada como uma arte à parte, sobretudo ao levar em conta a busca pela inovação.

Para sair do lugar comum, os designers precisam de um conhecimento multidisciplinar. Só assim é possível desenvolver móveis diferentes, bonitos, funcionais e ergonômicos.

Além de trabalhar para marcas já consolidadas, os profissionais da área também podem escolher um caminho mais artístico. Com isso, podem se dedicar à criação de móveis que expressem a sua personalidade e estilo próprio.

Qual é o segredo para se dar bem nas áreas do Design?

Como em toda profissão, o conhecimento deve ser a base do trabalho dos designers. Portanto, fazer um curso superior em uma boa escola de Design é muito importante.

E saiba que isso vale para todas as áreas!

Mais do que ficar por dentro da teoria, você precisa aprender com quem domina as habilidades que o mercado tanto demanda.

Ao escolher uma instituição de ensino que seja referência em Design, você pode ter aulas com professores experientes, que estão em contato direto com as marcas.

Isso sem falar nas trocas que só a graduação proporciona.

Durante o curso, tanto dentro quanto fora da sala de aula, você vai desenvolver projetos reais junto com os colegas, ter experiências imersivas e até internacionais.

E aí, bora dar os primeiros passos na carreira?

Escolher entre as áreas do Design pode ser um desafio para muita gente. Mas fique tranquilo se você ainda não se decidiu.

Por se tratar do seu futuro profissional, essa escolha precisa ser feita uma hora ou outra, não é verdade? Você já está fazendo o que deveria, que é se informar sobre as possibilidades que a profissão oferece.

Continue indo atrás de informações relacionadas às carreiras e ao mercado de Design!

Saiba mais sobre os cursos de graduação em Design do IED São Paulo e veja como eles podem ajudar você a se preparar para um futuro de sucesso!