IED | Istituto Europeo di Design
Você está em:
LUCIANA DUQUE NO PERFIL IED

Luciana Duque no Perfil IED

O Perfil IED é a nova editoria da Revista IED. Queremos mostrar como estão e por onde andam nossos alunos. O que eles fazem e como desenvolvem a própria carreira no campo do design. Quem é o nosso aluno e qual mundo ele está construindo por aí!

A nossa primeira entrevistada é Luciana Duque, ex-aluna do curso Saperfare em Design de Mobiliário. Luciana criou um trabalho muito interessante reutilizando portas de enrolar de lojas comerciais, e nos contou como surgiu o projeto: “Na verdade, foi uma inversão do processo de criação tradicional, em que primeiro nasce o desenho e depois escolhemos a matéria prima. Busquei essas portas para cobrir uma parede de vidro numa mostra de decoração e depois, para não descartá-las, comecei a fazer móveis. Achei o material fantástico, pois além de ser uma matéria prima extremamente resistente, ainda fazia curva. As réguas se encaixam, são de fácil montagem, leves e customizáveis. Um trabalho de serralheria minucioso, possibilita inúmeras formas e curvas de diferentes raios.” A Linha Urbana conta com cadeira, banco, mesa de centro e lateral, rack e armário.

 

 

Depois de saber sobre o seu trabalho, conheça agora o perfil de Luciana:

IED – Descreva em algumas palavras quem você é e em qual barco você navega.

Luciana: Vou escrever o que está no meu insta… Designer e artista. Nadadora e ciclista. Apaixonada por madeira e metal. O barco que estou navegando ultimamente é a minha empresa, na qual sou sócia e fundadora da OBJ.

Como era sua formação antes de conhecer o IED, como conheceu o curso e porque optou por fazê-lo.

Antes do IED me formei em direito, fiz escola da magistratura. Estudei seis anos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, fiz três cursos de marcenaria em três anos. Paralelamente ao IED, fui diretora de estilo da Velha Bahia por oito anos. Sempre pensei em fazer um curso no IED da Itália mas achei ótimo ter vindo pro Rio assim não precisei fazer esse movimento. Optei por estudar no IED pois queria entender o processo de criação de forma teórica, já que a prática eu tinha.

Qual foi a atividade ou o tópico mais interessante que você aprendeu durante a sua formação.

A vivência dentro de um estúdio de design e o processo criativo foram fundamentais, complementaram a minha formação como designer.

Terminado o curso, você se habilitou em uma nova profissão? Conseguiu uma colocação melhor na sua empresa? Começou um novo negócio?

Sim, me habilitei como designer de mobiliário e criei uma fábrica, fruto de uma parceria que conheci no curso.

Estas últimas perguntas, você precisa responder a primeira coisa que passa pela sua cabeça. Ok? Está pronta? Diga para nós:

um lugar: minha casa

um objeto: cadeira desenrola

um livro: biografia de Leonardo da Vinci

um artista: Marcel Duchamp, o cara que introduziu o Ready Made como objeto de arte, pra mim, onde tudo começou.

 

Quer saber um pouco mais? Veja o vídeo que fizemos com Luciana e o sócio, Maurício Atie, que participaram da IDA, Feira de Design do Rio, que integra a ArtRio.

SÃO PAULO RIO DE JANEIRO MILANO ROMA TORINO VENEZIA FIRENZE CAGLIARI COMO BARCELONA MADRID.