IED | Istituto Europeo di Design
Você está em:
#IEDTALKS: KATHERINE SRESNEWSKY FALA SOBRE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR NO VAREJO

#IEDTalks: Katherine Sresnewsky fala sobre comportamento do consumidor no varejo

O Istituto Europeo di Design – IED São Paulo, o Iguatemi São Paulo e a CDL Iguatemi irão oferecer três encontros, que serão realizados por professores e consultores do IED São Paulo, no Cinemark do Iguatemi São Paulo, onde um programa de capacitação para as equipes de vendas e marketing será apresentado para os lojistas.

A primeira convidada foi Katherine Sresnewsky, coordenadora de Fashion Marketing and Communication no IED, Bacharel e Mestre em Administração de Empresas com ênfase em Marketing e possui MBA em Gestão de Negócios do Varejo.

 

 

Numa palestra dinâmica e bem-humorada, abordou temas relacionados tanto ao comportamento do consumidor no varejo, quanto os erros e acertos na conduta e mentalidade dos lojistas e como eles podem prejudicar ou impulsionar as vendas. Ressalvas perspicazes e resultados de vastas pesquisas foram apresentados para pontuar que toda empresa varejista, além de oferecer um produto, oferece um serviço, e quanto esse serviço é perecível.

 

“O serviço você não toca, o serviço você não pega, o serviço você não estoca, e o serviço depende altamente de pessoas, sejam os vendedores, sejam gerentes, sejam estoquistas, sejam caixa, sejam manobristas…todo mundo. Então, primeiro é importante entender, qual elemento, qual ambiente que se está – nos vendemos, estamos dentro de um varejo, oferecendo produtos para as pessoas, como um bem final, para o uso pessoal, e não comercial. Não estamos vendendo para outros lojistas, por isso, precisamos ter um relacionamento diferente com o nosso consumidor.”

Katherine Sresnewsky, coordenadora de Fashion Marketing e Communication no IED

 

Como é que o consumidor compra? Antes de falar do consumidor, é necessário entender bem o que é o varejo e como é que o mundo está olhando para ele. Segundo os números da CDL, é possível ter uma falsa impressão de que está tudo de vento em popa, mas será que o “Big picture” é esse mesmo? Qual é a melhor estratégia a ser usada, promoção ou relacionamento?  

 

“Tem uma coisa que a tecnologia ainda não substitui, se chama olho no olho, tête-à-tête, um fator que tem que ser explorado e aproveitado…”

 Katherine Sresnewsky

DESENVOLVIMENTO DOS PROFISSIONAL E GESTãO DOS NEGóCIOS COMPõEM PROGRAMAçãO DA ADP PARA O DW!

Desenvolvimento dos profissional e gestão dos negócios compõem programação da ADP para o DW!

 

A ADP – Associação de Designers de Produto, pela terceira vez consecutiva, estabelece parceria com o IED São Paulo para o DW! Design Weekend. Este ano apresenta o ciclo “Gestão de Negócios em Design”, o painel “Design & Materiais” e a mesa “Madeira, o diamante de um futuro próximo”.

“Preparamos para a Semana de Design, em parceria com o IED, um conteúdo voltado para o aprimoramento profissional e o desenvolvimento dos negócios. Queremos aproximar cada vez mais os designers da indústria. Estabelecemos dois focos – a pesquisa de materiais, que é a base para os projetos de design, permitindo explorar novas possibilidades, e a gestão dos empreendimentos, para aqueles que querem aprimorar seus serviços e ampliar sua atuação”, afirma Daniel Nishiwaki, presidente da ADP.

Para Victor Falasca Megido, diretor-geral do IED Brasil, a conexão entre as entidades dedicadas ao design e a faculdade é estratégica. “Permite aproximar o aluno do mercado, conhecer as demandas das empresas e profissionais e fortalecer projetos reais de fomento à cultura do design e valorização da profissão”, completa.

 

Gestão de Negócios em Design

A ADP – Associação de Designers de Produto, em parceria com o IED São Paulo,
promove o ciclo ‘Gestão de Negócios em Design’, com workshops nos dias 8, 9 e 10 de agosto, das 10h30 às 13h, com conteúdos voltados a profissionais independentes, escritórios, estúdios e outras iniciativas em design, que queiram crescer e aprimorar suas atividades. A organização é de Natasha Schlobach e Cadu Silva.

Programação do ciclo:
“Organização, processos e formação” por Hulk Gianelli, da Atom Studios
8 de agosto, terça, das 10h30 às 13h

“Desenvolvimento de produtos, produção e comercialização” por Pedro Braga
9 de agosto, quarta, das 10h30 às 13h

“Questões jurídicas” (propriedade intelectual, contratos etc.) por João de Freitas
10 de agosto, quinta, das 10h30 às 13h

Serviço

Painel: “Gestão de Negócios em Design”
Organização: Natasha Schlobach e Cadu Silva (ADP)
Apoio institucional: IED
Temas:
– Organização, processos e formação
– Desenvolvimento de produtos, produção e comercialização
“Questões jurídicas”
Convidados: Hulk Gianelli (Atom Studios), Pedro Braga e João de Freitas
Local: Sala 22 do IED São Paulo
Endereço: Rua Maranhão, 617 – Higienópolis
Data: de 8, 9 e 10 de agosto, terça, quarta e quinta
Horário: das 10h30 às 13h
Inscrições: www.ied.edu.br/dw2017
Gratuito, com vagas limitadas.
Haverá serviço de valet disponível no local.

#MESTRESDODESIGN | BATE-PAPO COM FERNANDO MORITA

#MestresDoDesign | Bate-papo com Fernando Morita

Aproveitando a recém-reforma do Lab de Automotivo do IED São Paulo, estivemos com Fernando Morita, coordenador do One Year em Automotive Design para saber os próximos passos dessa galera tão apaixonada pelo universo dos carros.  E o que podemos adiantar é que…. vem coisa boa por aí! 😉

Confira a conversa na íntegra:

 

IED – O lab foi recém-reformado – isso deu um novo gás nas produções? O que anda rolando de bom em automotive agora?
Morita – O nosso Lab Automotive agora está incrível, bem a nossa cara, um lugar com alma! Com detalhes estéticos que não se vê em sala de aula ou em uma faculdade, criando este ambiente acolhedor e profissional. Hoje temos bem claro, três grupos atuando no dia a dia do Lab sendo os alunos do One Year Automotive Design que vem nos finais de semana em geral não moram em SP, e buscam a imersão no mundo do design automotivo, através das aulas e das parcerias com as montadoras. Temos os que frequentam o Connect, e possuem passe livre para vir todos os dias e trabalhar nos projetos que bem entenderem, em sua grande maioria tem o foco no Talento Volkswagen de Design e outros concursos.
Além dos sêniors do LAB que vem aqui para nos encontrarmos e trabalhar além das 8h das montadoras, com foco em ser referência global no design automotivo. Fortalecendo este lugar inspirador, o que nos faz sentir como um advanced design studio, de onde sai projetos, desenhos além da expectativa geral.

IED – Conta um pouco sobre o concurso da Volks para quem não está ambientado com ele?
Morita – O Talento Volkswagen de Design é um concurso brasileiro e anual, que acontece desde 1998, criado pelo ex-chefe de design da VW o Luiz A. Veiga, e este ano pela primeira vez tocado pelo atual diretor o José Carlos Pavone. Apenas alunos de design podem participar, e o mais interessante é o prêmio, três vagas de estágio para Shape e uma vaga para Color & Trim.
Neste concurso os alunos desenvolvem um projeto e no decorrer da evolução e entregas, vai acontecendo a seleção até chegar nos quatro que ganham o estágio de um ano no departamento de design da Volkswagen.
Este concurso foi responsável pelo ingresso da grande maioria dos designers automotivos do Brasil no mercado, eu também participei e ganhei no ano de 2001, junto com o Gabriel Clemente (designer da Cadillac) e Arnaldo Cruzeiro (designer da VW AG)

 

 

IED – No ano passado tivemos dois alunos vencendo esse concurso né? Apresenta eles para os leitores?Morita – Temos muitos nomes que passaram e ainda então ligados a estas duas instituições, o IED SP e a Volkswagen. Se cruzando e criando novas histórias, profissionalizando mais ainda a área.
Como já disse eu que participei em 2001, e trabalhei para a Volkwagen passando por quase todos estúdios da marca: iniciando no Brasil, passando na VW AG, e nos estúdios de design avançado de Sitjes e Potsdam. E estou no IED desde 2011.
Guilherme Knop nosso professor participou e ganhou em 2000, trabalhando na Volkswagen até hoje.
Temos o nosso ex aluno e professor Luiz Antonelli que ganhou o concurso em 2012
Outros colaboradores como o Carlos Leal (2005), Tiago Carfi (2009), Cleber Santos (2009), Gabriel Zonta (2015) e a mais recente ligação entre as duas marcas, os nossos alunos Raysner Figueira (graduação) e Guilherme Araújo (transferência) que estão fazendo o estágio este ano na Volkwagen.

IED – Qual foi o projeto de cada um?
Morita – O tema do ano foi Blue Race.

IED – Dentro do concurso temos duas vertentes – shape e color e trim, né? Explica um pouco melhor
e cita uma peculiaridade pertinente de cada uma?
Morita – Shape, literalmente a forma do carro, o que cobre e deixa o funcional da engenharia bonito, envolve o trabalho mais tridimensional, dividido em interior e exterior. Todas as superfícies e proporções de como enxergamos o carro. E Color e Trim, como o nome já diz, cores e materiais, tudo que se toca e sente no carro. Tem muito a ver com a experiência e percepção de uso dentro do carro.

IED – Moda e Automotive então andam lado a lado? Como é esse cross?
Morita – Sempre que falamos de design estamos falando na experiência, em como por arte em um produto criado pelo homem, em tornar aquela simples peça funcional em algo único, e isso se encaixa perfeitamente na moda como no automóvel. Em ambos percebemos marcas com muito valor agregado e que mesmo sem uma etiqueta ou logo, sabemos de que marca pertence aquele produto.
Além de que é muito comum vermos as marcas buscando parcerias quando possuem um mesmo público alvo. Como por exemplo; a Bugatti e a Hermès, a Peugeot e a Quiksilver, a Porsche e Puma e por ai vai….
Sem falar que liderada pelas marcas de prestígio cada vez mais as marcas de automóveis possuem loja de grife vendendo diversos outros produtos e roupas com a sua marca.

IED – Temos 5 finalistas no concurso esse ano – como estão suas expectativas?
Morita – Temos ótimos representantes / participantes este ano, todos eles estão se empenhando muito, trabalhando no mínimo 8h por dia em cima deste projeto, pesquisando, desenhando e aprendendo muito. Eu acredito que tudo é fruto de dedicação e perseverança. Logo eles possuem grandes chances de ganhar.

 

 

IED – Deixa um recado pra quem se empolgou lendo essa matéria?
Morita – O Lab Automotive do IED SP é um lugar único onde acolhemos todos apaixonados por design automotivo do Brasil, sendo a melhor vitrine para você conseguir se expor e entrar no mercado, aqui temos vários modelos que você pode optar e se enquadrar da melhor forma para alcançar seus objetivos. Estamos sempre abertos para novos contatos e oportunidades, deixo aqui um convite para um café comigo!

 

Conheça mais sobre o One Year em Automotive Design acessando a página do curso em http://iedm.io/automotive-design-iedsp

OFICINAS GRATUITAS OFERECEM EXPERIêNCIAS EM DESIGN

Oficinas gratuitas oferecem experiências em design

 

Durante o DW!, de 8 a 11 de agosto, o IED São Paulo preparou uma série de oficinas gratuitas para o público interessado em design e profissionais da área, com temas relacionados a Design Thinking, Branding, Design de Joias, Design de Interiores, Design de Mobiliário e Design Automotivo.

“Não há melhor maneira de explicar o design do que vivendo-o na prática e colocando a mão na massa. A sensação de dar forma às próprias ideias é indescritível. É isso que vivemos em nosso dia a dia e é essa a experiências que queremos compartilhar nas oficinas oferecidas pela faculdade durante o DW!”, explica José Carlos Carreira, diretor acadêmico do IED Brasil.

Serão 11 oficinas, com duração de 3 horas cada, totalizando cerca de 250 vagas gratuitas. Os conteúdos serão ministrados por grandes profissionais de seus campos de atuação, todos professores da faculdade. As vagas são limitadas, restritas a uma oficina por pessoa e garantidas por ordem de inscrição. Todas as atividades vão ocorrer na sede do IED, em Higienópolis, na Rua Maranhão, 617.

 

Programação das oficinas

“Meu primeiro móvel” (para arquitetos)
por Bruna Octaviano e convidados
8 de agosto, terça, das 10h às 13h
15 vagas

“Design Thinking para publicitários”
por Carla Link (Talking City)
8 de agosto, terça, das 10h às 13h
30 vagas

“Design Thinking para jornalistas”
por Fabio Silveira (Design de Raiz)
8 de agosto, terça, das 19h às 22h
30 vagas

“Design Estratégico aplicado a sapatos”
por Meline Moumdjian (Estúdio Sapatada)
9 de agosto, quarta, das 10h às 13h
30 vagas

“Branding para Design”
por Caio Esteves (Places for us)
9 de agosto, quarta, das 10h às 13h.
30 vagas

“Liderança criativa” (para startups, empreendedores e gestores)
por Fabiano Pereira e Francisco Albuquerque (Design Estratégico)
9 de agosto, quarta, das 19h às 22h
25 vagas

“Design de Joias na prática”
por André Caperutto (celebrando seus 20 anos de carreira na joalheria)
9 ou 10 de agosto, quarta ou quinta, das 10h às 13h.
28 vagas (14 para cada oficina)

“Design Automotivo: modelando em clay”
por Fernando Morita (Amoritz) e Luiz Antonelli (Renault)
10 de agosto, quinta, das 19h30 às 22h
15 vagas

“Design de Interiores sem paredes”
por Alê Salles (Estúdio Tarimba) e convidados
10 de agosto, quinta, das 10h às 13h
30 vagas

Mais informações sobre a programação e inscrições: www.ied.edu.br/dw2017

FOOD DESIGN WEEK REúNE CONTEúDOS E DEGUSTAçõES

Food Design Week reúne conteúdos e degustações

 Projeto traz o design das experiências gastronômicas ao DW!

Para marcar o lançamento de seu One Year em Food Design, o IED integra a programação da Food Design Week (FDW), com conteúdos e experiências gastronômicas oferecidos de 8 a 12 de agosto, durante o DW! São Paulo Design Weekend.

A programação conta com participações do italiano Davide Larise, do Joia (Alta Cocina Naturale, de Milão, reconhecido com a estrela Michelin, e dos chefs Carla Pernambuco, Renato Caleffi e Nádia Campeotto, além de parcerias com Illy, Feira Viva, All Food e Nambu Cozinha de Raiz.

Alguns projetos foram criados especialmente para esta edição do festival. O “Café dos Chefs” apresenta um ciclo de talks sobre a arte da mesa, enquanto “Delícias do Brasil”, uma parceria com a Feira Viva e produtores brasileiros de agricultura de pequena escala e alta qualidade trará degustações à festa “Design Door to Door”, uma iniciativa conjunta do IED e da Leica Gallery.

Durante os eventos, a Illy, marca de café italiana, receberá o público com seu blend e sua equipe de baristas apresentará mini talks sobre o universo dessa bebida tão brasileira e tão internacional, além de uma pequena exposição de seus produtos com design premiado.

 

Saiba mais sobre a Food Design Week a seguir:

“Café dos Chefs”

O “Café dos Chefs” tira os mestres da cozinha para levá-los a uma conversa aberta e descontraída com o público sobre as artes do fogo, do fogão e da mesa, trazendo elementos das novidades em Food Design.

No final das tardes, de 8 a 10 de agosto, de terça a quinta, das 17h às 18h30, o Instituto Europeu de Design recebe grandes estrelas da gastronomia nacional e internacional, enquanto os participantes degustam um café da tarde oferecido pela marca italiana Illy e pelos parceiros do projeto.

Os encontros contam com a participação de grandes nomes. O chef italiano Davide Larise, do Joia – Alta Cocina Naturale, Milão, único vegetariano a ostentar a estrela Michelin, veio ao Brasil exclusivamente para participar da Food Design Week (FDW) e para ministrar cursos no Nambu.

Carla Pernambuco, a primeira chef brasileira reconhecida internacionalmente, traz novidades em sua nova pesquisa sobre Food Design, acompanhada da jornalista Néli Pereira.

A Food Design Week (FDW) teve pré-lançamento no ano passado no Eataly, durante o DW!, e este ano reúne conteúdos e experiências no IED, na Feira Viva e na Leica Gallery São Paulo.

 

Programação do “Café dos Chefs”:

Carla Pernambuco (Carlota)
com mediação da jornalista Néli Pereira
8 de agosto, terça-feira, às 17h.

(chef convidado em confirmação)
9 de agosto, quarta-feira, às 17h.

Davide Larise (Joia – Alta Cocina Naturale, Milão)
com mediação e tradução da chef Nadia Campeotto
10 de agosto, quinta-feira, às 17h.

 

Serviço

Talks: “Café dos Chefs”
Convidados: Carla Pernambuco, Néli Pereira, chef convidado, Davide Larisse e Nádia Campeotto
Local: IED São Paulo
Endereço: Rua Maranhão, 617 – Higienópolis
Data: de 8, 9 e 10 de agosto, terça, quarta e quinta
Horário: às 17h
Inscrições: www.ied.edu.br/dw2017
Gratuito, com vagas limitadas.
Haverá serviço de valet disponível no local.

 

Para saber mais sobre o One Year em Food Design em http://iedm.io/oy-food-design-iedsp

IED SãO PAULO INAUGURA NOVO PROJETO DE PáTIO NO DW! ASSINADO POR DANIELA COLNAGHI

IED São Paulo inaugura novo projeto de pátio no DW! assinado por Daniela Colnaghi

 

O pátio do Instituto Europeu de Design – IED, com projeto da designer de interiores Daniela Colnaghi e participação de marcas parceiras, será reinaugurado durante o DW! 2017, que ocorre de 8 a 12 de agosto e tem parte de suas atrações realizadas na faculdade, sede do Higienópolis Design Hub.

O local recebeu importantes iniciativas ao longo de todas as edições do festival, além de eventos próprios e de marcas e entidades ligadas ao IED, com convidados nacionais e internacionais e grande fluxo de visitantes qualificados.

“Parti da ideia de promover um espaço de convivência, colaboração e networking entre profissionais, estudantes, empreendedores e formadores de opinião”, explica Daniela.

No dia a dia, a área, com mais de 500m2, tem a múltipla função de servir para estudos, leitura, convivência, reuniões, como ponto de encontro, coworking, oficinas, alimentação e descanso, atendendo à comunidade IED, única instituição de ensino superior internacional no Brasil 100% dedicada ao ensino, pesquisa e prática do Design.

“Um dos desafios foi manter a forte identidade do IED e trazer sofisticação e novos acabamentos, para inspirar os alunos e todos que passam por ali”, considera a designer.

O projeto de Design de Interiores conta lighting design da Philips Light; revestimentos da Santa Luzia; papéis de parede Bobinex; jardim interno da Pessuto Paisagismo; mobiliário da Butzke, com peças criadas por Paulo Alves, Carlos Motta e Arthur Casas; pufes da FOM; e obras da Gattai Estruturas em Aço e da Marcenaria Eduardo Moreno. O espaço estará aberto à visitação.

Alguns dos eventos que fazem parte da memória do Pátio do IED:
Apriti, Fashion Sunsets, Design Sunsets, Virada Sustentável, Virada Cultural, Modacamp, Designers Night, Brasil Design Award (Abedesign), Prêmio Design de Varejo (Retail Design Institute), Prêmio Objeto Brasil, exposição Poster for Tomorrow, Design em Livro, Festival GIF, Cut&Paste, It MTV ELLE Fashion Fabric, Out of the Closet, desfile A Expressividade do Corpo, exposição Mabe,
exposição Brasilidade Ilustrada (Zupi), exposição Glob-All Mix (Rio+20), concurso Deca-Dassault, Archathon, WeAr, Refletir Brasil, Eminência Urbana, expo Le Postiche, lançamento do supercarro DoniRosset, Settimana della cucina regionale italiana, lançamento da coleção México da Chilli Beans e até mesmo uma inusitada convenção de colecionadores da boneca Barbie.

O local também já abrigou exposições de Mário Gruber, Rubens Matuck, Claudio Tozzi, Paolo de Cuarto, Renato Arrigo e Marcelo Lopes. Agora está renovado para mais centenas de atrações, em sua maioria abertas para a população de São Paulo.

Confira todas as atrações do IED para o DW! 2017: www.ied.edu.br/dw2017

CONFIRA COMO FOI O #IEDTALKS COM CINTIA LIE NO JK IGUATEMI

Confira como foi o #IEDTalks com Cintia Lie no JK Iguatemi

Na última quarta-feira (19) o IED São Paulo esteve com mais um #IEDTalks especial, dessa vez em parceria com o shopping JK Iguatemi.

.

O tema foi “Visual Merchandising: Sua Importância, tendências e inovação”, sendo a ambientação a palavra-chave que direcionou o bate-papo entre Cintia Lie, coordenadora do Curso One Year em Retail Design and Visual Merchandising do IED SP e palestrante do dia e os lojistas do shopping.

Cintia mostrou como o usuário se sente adentrando outro mundo, outra realidade quando se depara com um projeto de VM bem feito.

“Eu adorei ao máximo, a conheço de alguns anos (Cintia) e achei muito produtivo” -Márcia, Burberry

” Eu  gostei muito da palestra e eu acho que dá vontade de pesquisar mais sobre cada assunto pois é muito abrangente… tem bastante informação.” -Caroline, Montblanc

O Mercado está mais consciente a respeito da importância do Visual Merchandising para o sucesso dos negócios e seus impactos sobre os consumidores. Redes de varejo e marcas de moda valorizam os profissionais que conhecem o tema e possam trazer contribuições. Pensar o espaço de venda a partir do ponto de vista estético, criativo e mercadológico é uma estratégia importantíssima para promover vendas, construir significado para as marcas e buscar experiências de consumo.

Conheça o curso One Year em Visual Merchandising & Retail Design do IED SP: http://iedm.io/oy-retail-vm

 

IED APRESENTA MAIS DE 50 ATRAçõES DURANTE O DW! DESIGN WEEKEND

IED apresenta mais de 50 atrações durante o DW! Design Weekend

A instituição de ensino, sede do Hub Higienópolis, anuncia suas atrações gratuitas, especialmente criadas para a semana de Design de São Paulo, de 8 a 12 de agosto.

 

 

O Instituto Europeu de Design – IED São Paulo, faculdade internacional, participa pelo sexto ano consecutivo do DW! São Paulo Design Weekend e reúne, em sua sede, as atividades do Higienópolis Design Hub, com cerca de 50 atrações e atividades, entre exposições, oficinas, talks, mesas, degustações, experiências musicais e festa.

“O DW! 2017 marca o encerramento das comemorações brasileiras dos 50 anos do IED no mundo. Vamos reinaugurar nosso pátio, com a presença de grandes designers e grandes marcas. Esperamos receber aqui todos que, assim como nós, são apaixonados por Design”, convida Victor Falasca Megido, diretor-geral do IED Brasil.

Todas as iniciativas são gratuitas, pensadas para celebrar o melhor do Design, nas áreas de Mobiliário, Interiores, Produtos, Joias, Automotivo, Estratégia, Gestão e Inovação, Food Design, Branding Experience e Serviços.

 

Temas da programação e inscrições

A programação do IED para a Semana de Design se divide em 6 eixos: 1) Oficinas com experiências práticas em várias áreas do design (para profissionais e apaixonados pelo tema); 2) Exposições e conteúdos em Design de Móveis; 3) Degustações e conteúdos em Food Design, como parte da Food Design Week (FDW); 4) Exposição e oficinas de Design de Joias, 5) Programação acadêmica, com os projetos “Agências na Facul” e “Moda na Facul”; e 6) Festa, com o evento “Design Door to Door”, unindo o IED São Paulo e a Leica Gallery São Paulo, incluindo sound design assinado pela Devialet.

A programação completa você encontra acessando http://ied.edu.br/sao_paulo/evento/dw-design-weekend/

 

Parceiros e marcas apoiadoras

Em 2017, os principais parceiros do IED São Paulo para as atividades do hub Higienópolis são Abimóvel – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário, ADP – Associação de Designers de Produto, Leica Gallery São Paulo, Feira Viva, Eucatex, Instituto Leo Madeiras e Devialet.

 

#IEDNAFLIP | CASA DO PAPEL OFERECE EXPERIêNCIAS GRáFICAS NA FLIP 2017

#IEDnaFLIP | Casa do Papel oferece experiências gráficas na FLIP 2017

Público aprenderá gratuitamente técnicas de serigrafia, tipografia, carimbo e encadernação

 

 

Durante a Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), de 26 a 30 de julho, a Casa do Papel, um espaço dedicado à arte gráfica, abrirá suas portas pela primeira vez. Ao longo do dia, impressores, encadernadores e designers estarão à disposição do público para ensinar técnicas de serigrafia, tipografia, encadernação e carimbos. As atividades serão gratuitas.

A Casa do Papel é uma iniciativa da fabricante de papel italiana Fedrigoni, IED (Istituto Europeo di Design), ABER (Associação Brasileira de Encadernação e Restauro) e editora Lote 42, localizada na avenida Otávio Gama, 118.

Interessados poderão se dirigir à Casa do Papel para fazer experimentações práticas de diversas técnicas de impressão e acabamento. A encadernação será ensinada por profissionais da ABER, sob supervisão da presidente Estela Vilela. A Sutto comandará as impressões em serigrafia; a Oficina Tipográfica São Paulo operará a tipografia e as técnicas de carimbo serão mediadas pela editora Gráficafábrica. Profissionais da Fedrigoni estarão à disposição para esclarecer dúvidas relacionadas aos diferentes tipos de papel.

É a primeira vez na história da Flip que uma casa será dedicada a pensar na dimensão física do livro, indo do papel, passando pelas técnicas de impressão, pelo design gráfico e até o acabamento. Chega em um momento no qual uma nova geração de artistas e editores extrapola os limites da materialidade de suas publicações.

Nos últimos anos, eventos dedicados a publicações que misturam literatura e arte visual se espalharam pelo Brasil. São Paulo (feira Miolo(s), Plana, Tijuana), Rio de Janeiro (Pãodeforma), Salvador (Paraguassu, Ladeira), Brasília (Dente, A Outra Margem), Florianópolis (Parque Gráfico), Porto Alegre (Parada Gráfica), Curitiba (Grampo), são alguns exemplos de cidades com eventos dedicados ao movimento.

A Casa do Papel também oferecerá oficinas, debates, lançamentos, exposição e cinema, com intensa programação da manhã à noite. Confira a programação em parceria com o IED SP:

 

Quarta, 26/07

17h
O papel do papel: um papo a favor da fibra

Com milênios de idade, o papel continua com muito a dizer. Na abertura oficial do espaço, descubra as possibilidades expressivas que só o livro impresso pode alcançar. Saiba também como surgiu o namoro de uma marca de papel, uma editora, uma associação de encadernação e um instituto de design para fazer a Casa do Papel.
o papel do papel: um papo a favor da fibra
com: Cecilia Arbolave (Lote 42), Estela Vilela (Aber), Hide Silva (Fedrigoni)
e Ricardo Peruchi (Istituto Europeo di Design)
#debate

Quinta, 27/07

10h
Design de Capas de Livros

Esta oficina fará uma experimentação criativa na criação
e desenvolvimento de capas para livros. Haverá uma exposição de conceitos e exploração do uso de linguagens visuais variadas para traduzir o espírito de uma obra literária através dos recursos de design.
#oficina gratuita – vagas limitadas

11h30
Infografia para Livros

Alex Mazzini, da editora Altamira e professor do IED São Paulo, apresenta técnicas de como construir infográficos utilizando o pensamento visual [Visual Thinking] para organização de informações. Serão abordados os principais recursos de diagramas, gráficos variados, fluxogramas, gráfico de correlação, etc.
#oficina gratuita – vagas limitadas

13h30
Novo perfil do profissional de design editorial

com Alex Mazzini, Fabio Silveira e Maria Helena Pereira da Silva (IED)
#conversa

15h30
Esgotados, esquecidos, malditos e não editados

com Ric Peruchi (IED)
#conversa

18h
Arte (na) Gráfica

Quando se pensa na dimensão física do livro, um leque de possibilidades narrativas se abre. Neste encontro, impressores, editores e artistas que dominam a arte gráfica compartilham suas referências e escolhas, além de mostrar por que técnicas centenárias permanecem atuais como nunca.
arte (na) gráfica
com: Claudio Rocha (Oficina Tipográfica São Paulo), Gilberto Tomé (Gráficafábrica), Gustavo Piqueira (Casa Rex) e Sílvia Nastari (Quelônio). Mediação de Fabio Silveira (Istituto Europeo di Design)
#debate

Sexta, 28/07

10h
Criatividade e Inovação no Mercado Editorial

Como podemos repensar novos modelos de negócio para o mercado editorial? Esta oficina vai provocar nos participantes a reflexão, trabalhando dinâmicas de inovação em design para propor uma experiência de compartilhamento de ideias e soluções para este mercado. Os facilitadores Ivan Zumalde e Fabio Silveira usarão dinâmicas de grupo e processos manuais em sua metodologia
com: Ivan Zumalde e Fabio Silveira
#oficina gratuita – vagas limitadas

13h30
Livros sem palavras

com Maria Helena Pereira da Silva (IED)
#conversas

 

Saiba mais sobre o evento e faça a sua inscrição nas oficinas em http://iedm.io/acasadopapel

SalvarSalvarSalvarSalvar

O TRABALHO INSPIRADOR DE LUCAS GINI

O trabalho inspirador de Lucas Gini

 

Temos o orgulho de ter conosco muitos ex-alunos que brilham cada dia mais no universo do design. Lucas Gini é um deles. Venha conhecer um pouco mais sobre ele com a gente:

 

IED – Como foi sua decisão de vir para o mundo do Design?
Lucas Gini – Foi um processo longo. Quando decidi fazer faculdade, saindo do colegial, e por mais alguns anos enquanto estudei publicidade, não sabia o que é design, as áreas e divisões dentro do termo “design”, o que se faz, em que empresas, pra que empresas, etc.
Fui descobrindo meu interesse pelo design gráfico online em blogs e sites relacionados, e quando me formei em publicidade, em 2013, estava decidido a dar um passo atrás pra mudar minha carreira e o mercado em que atuava.

IED – Qual o maior desafio logo no início?
Lucas Gini – Acho que o início do estudo de design é desafiador em muitos âmbitos, porque, em geral, não estamos acostumados a enxergar o mundo sob um ponto de vista de sintaxe visual, e decodificar a linguagem visual, tanto quanto estamos com a linguagem verbal. É quase como uma alfabetização, e abre uma série de portas que demandam também escolhas de foco de atuação e etc. No entanto, os desafios são muito estimulantes.

IED – Você já viu usabilidade e facilidade para entrar no mercado em meio ao curso. À que você atribui essa sua facilidade?
Lucas Gini – Acho que os pontos mais importantes no início são:
• criar para portfólio (isso vale não só pro início, mas pela carreira toda), ainda que não exista um cliente ou projeto para o qual você é contratado;
• conhecer o máximo de gente possível (também vale pra carreira toda, e é importante ir em eventos e valorizar o contato com professores e colegas);
• mostrar vontade de começar/trabalhar/melhorar (em especial pra bons contatos ou em entrevistas de trabalho).

 

A post shared by gini (@gini.lucas) on

 

Lucas citou a importância do contato com professores não apenas no momento das aulas e então fomos conversar com Fabio Silveira, um de seus professores na graduação:

 

“Foi um aluno excepcional desde o começo do curso até sua conclusão. Um rapaz focado, determinado e muito talentoso. O que mais me chamava atenção era sua curiosidade para todos os assuntos, característica de pessoas inteligentes e criativas. A tipografia,em especial, se tornou sua grande paixão neste percurso. Ele é obcecado pelos princípios de boa legibilidade e do que as letras podem representar e com isso virou um exímio desenhista das letras. Foi um prazer enorme enquanto docente ter participado desta trajetória.”

 

IED – Como o IED te ajudou a alçar voo na carreira?
Lucas Gini – Dos três pontos que mencionei, o IED me ajudou bastante com dois: criar peças para portfólio e conhecer pessoas influentes do mercado.
Eu já tinha um portfólio quando iniciei o curso, mas era totalmente focado em publicidade, e os trabalhos do IED foram substituindo isso até eu conseguir montar algo mais direcionado à design gráfico, de fato.
Além disso, através de pessoas que conheci no IED tive diversas oportunidades e projetos bem interessantes. Além de amigos, são contatos importantes para a vida de trabalho.

IED – Você tinha alguma matéria favorita? Se sim, qual e porque?
Lucas Gini – Tive muitas matérias que gostei muito, e acho que as de Projeto Gráfico são provavelmente as que mais dão possibilidade de aprendizado integrado e de criar projetos interessantes. Mas as minhas favoritas foram as de Tipografia e Ilustração, porque são as áreas que mais gosto dentro do universo do design gráfico.

IED – Seu projeto Vicente Sem Dente foi o primeiro em Design ou já tinha arriscado algo antes? Conta um pouco pra gente como foi o processo e descreve a sensação?
Lucas Gini – Eu já tinha projetos no portfólio e já trabalhava na área de design de uma consultoria de branding, mas esse foi o primeiro projeto completo de ilustração.
O processo teve bastante experimentação até eu encontrar um traço que me agradava pra aquela história (que foi escrita por um amigo meu), e teve duas etapas: a primeira pra entrega na faculdade, porque era um trabalho do 3º semestre, e uma segunda em que ajustei todas as cores e refiz a maioria das ilustrações com mais cuidado; tirei férias do trabalho pra fazer isso e aproveitei as férias da faculdade junto.

IED – Está trabalhando em algo especial agora? Pode contar?
Lucas Gini – Tenho alguns projetos agora. Na verdade hoje atuo como designer freelancer, então tenho alguns projetos com clientes, e projetos pessoais como séries de ilustração e o desenvolvimento de uma segunda fonte com base na que criei no TCC do IED.

 

https://www.instagram.com/p/BTbugmlhjWb/?taken-by=gini.lucas

 

IED – Qual a sua maior inspiração de Gráfico e Digital no momento?
Lucas Gini – Difícil definir, até porque acredito que a velocidade da internet nos faz mudar de referências a todo tempo. É interessante buscar uma curadoria das referências que temos, até em grupo, se possível. Atualmente não consigo citar nomes, mas busco referências em artes.

IED – Algum nome do mercado em especial que você indicaria para os alunos que estão começando acompanharem de perto?
Lucas Gini – Existem várias empresas muito boas de design gráfico no Brasil e no mundo, acho legal buscar através de entidades como a ADG.
Mas, ainda mais importante, pesquisar referências antigas, que criaram vários padrões que conhecemos hoje no design gráfico.

IED – Para finalizar, o que te inspira hoje?
Lucas Gini – Para projetos de clientes, são as referências, como disse, mas é bem específico pra cada proposta. Para projetos pessoais, literatura, cinema e artes plásticas.

 

New cards ready to go!

A post shared by gini (@gini.lucas) on

Acompanhe o Lucas nas redes e fique em contato com seu trabalho!

http://lucasgini.com/
https://www.instagram.com/gini.lucas/
be.net/gini

 

Conheça o curso de Graduação em Design Gráfico e Digital do IED São Paulo, acessando a página do curso http://iedm.io/design-grafdig

Rua Maranhão, 617
Higienópolis
01240-001
+55 11 3660 8000

SÃO PAULO RIO DE JANEIRO MILANO ROMA TORINO VENEZIA FIRENZE CAGLIARI COMO BARCELONA MADRID