IED | Istituto Europeo di Design
Você está em:
VEJA COMO FOI A PRIMEIRA EDIçãO DA TAB!

Veja como foi a primeira edição da TAB!

Aconteceu nessa quinta-feira (19 de outubro) a TAB – Design em Movimento, feira que reuniu design, arte e tecnologia no pátio do IED São Paulo

O encontro apresentou o melhor do universo criativo e inovador e contou com a exposição de alunos e ex-alunos da faculdade, que hoje participam também da feira de design Samambaia, além de uma ativação da marca ÖUS, que exibiu detalhes de tecidos, solas e processo técnico da produção dos tênis e da Central Livros, que trouxe livros sobre arquitetura, design, arte, fotografia e moda com 50% de desconto.

O aluno de Design de Produtos e Serviços e fundador do Xirê Ateliê, Matheus deVitto, participou com suas peças artesanais em cerâmica e conta que a aceitação dos professores foi positiva. “Muitos professores não sabem o que os alunos produzem e se produzem. Alguns não conheciam minha cerâmica, outros se surpreenderam quando viram, é bem interessante”, ele comenta.

Já os ex-alunos Fernando Cuccolo e Stefano Leggieri exibiram suas peças de acessórios e joias. Cuccolo encontrou no curso de One Year em Jewlery Design um caminho para desenvolver uma carreira e sua marca com criações artesanais que unem prata, pedras e resina em peças com inspirações geométricas e nos elementos da natureza.

Leggieri, que se formou em Design de Produtos e Serviços em 2015, criou sua marca como continuação de seu projeto de TCC, em que produziu peças com madeira de retalho e resina, agregando lembranças específicas das pessoas. Sobre a escolha dos materiais, o designer explica que é “uma forma de aproveitar tudo, desde o material que encontro até o que eu gero como descarte na produção das minhas peças. ”

Na opinião de Leggieri, o design não precisa ser setorizado. “Tem que ter o curso de produto, moda, interiores, mas com o design você consegue desenvolver qualquer coisa. Uma pessoa que foi fazer moda, vai acabar produzindo um acessório, um produto, por exemplo”, explica o designer, que tem como objetivo expandir a marca desenvolvendo mobiliário e objetos para casa e escritório.

Também com início a partir de um trabalho de conclusão de curso, o Eminência em Preto, do ex-aluno de Design de Produtos e Serviços, Victor Vasconcelos, apresentou um mix de moda, produtos e objetos. “Para mim o design tem que contar uma história, tem que ser um livro que você lê cada capítulo. Com meus objetos, por exemplo, faço uma introdução do que está por vir: uma linha de mobiliário”, revela ele.

Ricardo Abruzzini e Raquel Kwok apresentaram a nova coleção da Morttale, marca de roupas sem gênero definido. “Gostei muito da experiência, fiquei feliz de poder agregar nessa tarde e rever os amigos. A gente já expõe em festas, agora estamos começando a expor em feiras também”, conta Abruzzini, que cursou de Design de Produtos e Serviços.

Presente com um espaço expositivo, a empresa Ideias Diferentes,  que tem como foco incentivar as pessoas a colocar a mão na massa e mostrar as diversas possibilidades que o mesmo material pode ter. “Sair do comum no meio da decoração e produto é nossa proposta. Achei legal a oportunidade de participar e colocar em algum espaço físico o que a gente tem guardado”, destaca o idealizador da marca Ricardo Fontenele, também ex-aluno de Design de Produtos e Serviços no IED São Paulo.

O evento contou ainda com uma intervenção ao vivo dos alunos de Automotive Design, nomeado SpeedSkecth. “A proposta é mostrar o que é o [curso] automotivo, passar mais sobre o design e as possibilidades que a gente pode ter em relação à carros”, relata o aluno Matheus Ferreira de Carvalho, um dos autores da intervenção. Ele completa: “Juntar todo tipo de design, como moda, cerâmica e joia, é legal porque mostra que o design em si está interligado em todas as áreas, todo mundo trabalha pelo mesmo objetivo. ”

Para Gustavo Munhoz, que também fez parte da intervenção, o evento fortalece a faculdade. “Esse modelo de exposição é interessante porque mostra muito do que o IED produz. ”  Nesse sentido, o designer Stefano Leggieri acrescenta: “O fato dessa exposição estar exibindo trabalhos de alunos e ex-alunos mostra que a faculdade incentiva o empreendedorismo, estimulando pessoas que querem ter uma marca própria”, ele conclui.

 

 

A segunda edição da TAB será realizada no próximo dia 28 de outubro e contará com ainda mais expositores e atrações, não perca!

Feira TAB
Data: 28 de outubro
Hora: das 10h às 18h
Local: Pátio do IED SP
Endereço: Rua Maranhão, 617 – Higienópolis, São Paulo
Informações: assessoria@ied.edu.br

 

 

MERCADO DE LUXO é TEMA DE MAIS UM #IEDTALKS

Mercado de luxo é tema de mais um #IEDTALKS

Tradição e história das marcas, investimentos nos meios digitais e experiência de consumo foram alguns dos assuntos abordados durante o encontro

Aconteceu nessa terça-feira, 3 de outubro, no Shopping Iguatemi, em São Paulo, mais um programa de capacitação para equipes de vendas e marketing voltado aos lojistas.

Promovido pelo IED São Paulo em parceria com o Iguatemi São Paulo e a CDL Iguatemi, o conteúdo apresentado teve como objetivo fornecer dicas práticas ao público para criar uma conexão emocional com a marca, tornar a experiência do consumidor memorável, gerar engajamento dos colaboradores e maiores resultados.

O evento foi conduzido por Fabiano Mazzei, que foi coordenador do curso de One Year em Luxury Management do IED São Paulo, e abordou como tema central o mercado de luxo global, discorrendo sobre sua atemporalidade, tradição e história das marcas, entre outros assuntos. “O mercado de luxo no Brasil é muito forte, consolidado”, ele afirma.

Segundo o coordenador, o Brasil é o segundo maior mercado da América Latina, tendo atingido um crescimento de 9% entre 2015 e 2016. Mazzei deu dicas aos lojistas para acompanhar as tendências do setor, como investir no digital por meio de e-commerces e redes sociais, apostar em experiências de consumo, desde a atendimento ao pós venda, aprimorar e alinhar as equipes com gestão de talentos, e muito mais.

Acontecerão ainda, como parte da programação, mais dois encontros para promover discussões sobre Novas Tecnologias para o Varejo Físico, com o professor de pós-graduação de UX e Design de Interação, Robson Santos, e Tendências de Consumo pelo professor e coordenador do curso de extensão em Coolhunting, Bruno Pompeu, respectivamente nos dias 10 e 16 de outubro, no Cinemark do Shopping Iguatemi São Paulo.

IMERSãO NO MUNDO DO DESIGN – OPENDAY

Imersão no Mundo do Design – OpenDay

 

O IED, com mais de 50 anos no mundo da educação, realiza Open Days em todas as suas 11 sedes. Na 4a edição brasileira os interessados em ingressar à graduação, pós-graduação e extensão tiveram acesso a diversos conteúdos e a troca experiências com profissionais das mais variadas vertentes do Design.

 

Neste sábado, dia 30 de setembro, o IED São Paulo abriu suas portas para mostrar quem são os professores, quais são as possibilidades e algumas das potenciais carreiras dentro do universo do design, assim como também o espírito que inspira a única faculdade totalmente voltada para o Design no Brasil. O evento contou com várias atrações, espalhadas por alguns ambientes da faculdade, incluindo um food truck estacionado na entrada, a exposição “Vertical” assinada pelo artista plástico, Hermes Santos, e exposição dos projetos de TCC dos alunos de Design Gráfico e Digital, Design de Moda e Design de Produtos e Serviços.

 

 

Juliana Lopes, (FFW, Harper’s Bazaar, Elle), professora de Design de Moda, falou sobre a importância de ter uma identidade, de enxergar moda onde ela ainda não existe, enriquecer o repertório, e responsabilidade social. Outro aspecto relevante foi a empatia – o que o Brasil precisa? Qual é o meu segmento? O que é exótico? Por exemplo, alguns aspectos exóticos de uma Tribo da Nova Guiné, são normais para eles, e isso pode ser estranho para nós, e o que é normal para nós, pode ser estranho para eles – é preciso quebrar conceitos, pois são muito relativos.

“Somos todos empresas de nós mesmos.”

Juliana Lopes

 

Rafael Toledo, professor de Design de Produtos e Serviços e Design de Interiores (Tok&Stok, Natura, Samsung, Fila, Kellogg’s), falou sobre os temas principais do curso e apresentou alguns projetos dos alunos, que foram reconhecidos internacionalmente.

“Precisamos conhecer o passado para poder projetar o futuro.”

Rafael Toledo

 

O carismático designer e ilustrador, Everson Nazari,  a.k.a. Indio San, professor de Design Gráfico e Digital, apresentou seu vasto repertório gráfico, proveniente das diferentes abordagens e clientes do estúdio dele, que trabalha com as principais editoras ( Globo, Abril, CondeNast’, Spring, Moderna, Vice, etc), agências (AlmapBbdo, JWT, FCB, Escala, FNazca, Ginga etc), produtoras (Piloto, Santa, Finish, Black Maria, Dínamo) e Canais de tv ( MTV, HBO Latina, RBS, Fox Latina, tv cultura, Band e Discovery Kids).

“Todo mundo respira design aqui dentro (IED São Paulo) e fala a mesma língua.”

Indio San

Em algumas salas de aula e laboratórios, os convidados mergulharam no mundo do design através de workshops. Foi uma ótima oportunidade para conhecer de perto o campus do IED São Paulo e experimentar como é ser um designer.

A EXPERIêNCIA INTERNACIONAL DO LUCAS GINI NO IED MADRI

A experiência internacional do Lucas Gini no IED MADRI

 

“A estrutura dos IEDs de Madrid (tive aula em um, mas fui em dois dos três) é muito legal, e o clima lembra o daqui, de ser uma escola bem focada em design e tudo mais.
A grade do curso foi muito bem dividida com assuntos diferentes, saídas pela cidade, aulas com materiais bastante variados, e diversos professores, sendo todos ilustradores autônomos, o que além de nos proporcionar ótimas aulas, nos trouxe um feedback qualificado e networking muito interessante e importante.
A sala era pequena, com apenas 5 pessoas contando comigo, mais duas brasileiras, estudantes da ESPM, uma colombiana e uma libanesa, mas isso também foi bastante proveitoso porque conhecemos melhor o trabalho uns dos outros, e as aulas rendem bem.

O curso foi realmente incrível, superou minhas expectativas!

Difícil até contar o quanto foi positiva a experiência, de verdade.
Só tenho a agradecer pela força do IED SP pra isso tudo rolar.”

 

Confira o Diário de Bordo do designer no IED Madri:

 

Primeiro dia: Foi basicamente pra todos se conhecerem, e iniciar exercícios de desenho, com observação e desenho de colegas (atividades com diferentes limitações e intenções – desenhar sem olhar pro papel, sem tirar o lápis do papel, somente com linhas retas, etc); e ainda uma parte da aula inspiracional, com dicas para se despreocupar, soltar a mão, etc; o professor foi o coordenador do curso e ilustrador Puño.

Segundo dia: fomos para um parque aproveitar vários dos monumentos e espaços de lá para desenho de observação; ainda com o professor Puño.

Terceiro dia: um “safari” pela cidade, também com desenho de observação, e com a intenção de encontrar uma lista de temas pelos locais da cidade por onde passamos (por exemplo: “desenhar um herói” – podendo usar metáforas livremente); ainda com o professor Puño.

Quarto dia: Vimos uma série de livros infantis com ampliação de repertório de estilos e artistas de referência, na Espanha e no mundo; alguns exercícios de desenho semelhantes aos do primeiro dia; depois experimentação com diversos materiais (nankin, tinta de caneta tinteiro, pincéis chatos e redondos, lápis de cor, marcadores, giz pastel seco e oleoso, e até cândida em alguns tipos de papéis), um catálogo de texturas criadas (seleção entre as favoritas das experimentações) e por fim uma ilustração usando várias texturas do catálogo e colagem de papéis diferentes; a professora foi a ilustradora Ana Pez.

Quinto dia: dia fizemos mais experimentação com materiais, focados no uso de guache, com diferentes pincéis, texturas, e como base para uso de outros materiais em camadas; depois uma ilustração usando desenho de observação das linhas das nossas mãos como base para criar uma paisagem ou algo do tipo; ainda com a professora Ana Pez.

 

“Minhas impressões foram MUITO positivas.

Minha turma tem duas brasileiras, uma colombiana e uma libanesa, e é legal que a turma seja pequena porque em pouco tempo nos sentimos à vontade uns com os outros.

Os dois professores da semana passada foram incríveis, tanto em conhecimento técnico quanto em explicação de conceitos, ideias para atividades, e além de tudo ambos são ilustradores freelancer de um nível muito alto.

Tive a oportunidade também de perguntar um pouco sobre o mercado, o que fazer, etc, e a impressão é que o mercado espanhol é bem similar ao brasileiro, embora haja mais incentivo à arte.

O IED forneceu todos os materiais artísticos para uso nas aulas, ótimos, por sinal.”

 

be.net/gini

instagram.com/gini.lucas

lucasgini.com

#IEDTALKS: CONCEITOS DE VISUAL MERCHANDISING

#IEDTalks: Conceitos de Visual Merchandising

Cintia Matuzawa, Coordenadora e professora do curso de Retail Design & Visual Merchandising no IED, fue convidada para dar um #IEDTalks no Shopping Iguatemi, para compartilhar seus conhecimentos e experiência com o Visual Merchandising.

 

 

Com um approach claro e direto ao ponto, e exemplos rebuscados, a designer e arquiteta apresentou conceitos imprescindíveis para o planejamento e a apresentação de uma loja de sucesso, o chamado visual merchandising, que tem grande influência nas empresas do setor de moda.

 

 

Alguns dos conceitos discutidos foram o Storytelling, as escalas e os tipos de exposição (confiram imagens abaixo).

 

 

Exemplos inspiradores de grafismos, geometrías e estampas foram um complemento que apresentou os resultados de vitrines de grandes marcas – a teoria bem executada na prática.

 

 

“O visual merchandiser vai estabelecer locais específicos para a exposição de produtos. Irá providenciar mudanças periódicas para que o produto seja percebido de outras formas e sob novos ângulos. Sua responsabilidade é levar intenções de novidades e hierarquia de importância entre os produtos oferecidos.”

– Cintia Matuzawa

 

 

Cintia Matuzawa

Arquiteta formada pela UEL, mestranda em Comunicação e Semiótica Puc SP c/ MBA em Trade Marketing. Trabalha desde de 2001 na área de retail design e visual merchandising. Coordenadora e professora do curso de Retail Design & Visual Merchandising no IED – Istituto Europeo di Design; VP de premiação da Popai.Shop Brasil; Palestras e workshops na Couromoda, Abicalçados, Francal, Abrin, Sebrae e Senac; Coordena departamento de VM para Fashion Shop e participa em projetos especiais de VM na Burberry; Vencedora do prêmio Lojas Pequenos formatos – Loja Zonna do Aroma pela RDI – Retail Design Institute em 2016; Trabalhou na Le Lis Blanc – Restoque, Fukuoka Arquitetura, Zonna do Aroma, Grupo Avenida, Natura, Thelure e Ethnix.

LETTERING COM MARTINA FLOR

Lettering com Martina Flor

 

*Por Katherin Bergami

 

Martina Flor é uma Designer que atualmente trabalha com lettering e mora em Berlim. Ela faz trabalhos para clientes privados, agências, revistas e editoras ao redor do mundo, e em sua passagem pela América Latina, dando palestras e workshops em São Paulo, Buenos Aires e Montevideo, passou no IED para compartilhar sua incrível história e trabalho. Nascida em Buenos Aires, Flor estudou Design em Barcelona na Espanha e se formou em Mestrado de “Type & Media” em Haia na Holanda antes de se estabelecer em Berlim, onde fundou seu estúdio.

 

Numa Palestra dinâmica e bem humorada, Martina Flor falou sobre sua experiência estudando tipos na Holanda, onde sua paixão por lettering floresceu. Contou um pouco sobre sua trajetória, sendo diretora de arte por vários anos antes de começar a trabalhar com lettering, fazendo várias capas de revista ao redor do mundo e trabalhos para clientes privados ou trabalhando em projetos pessoais como “Lettering vs Calligraphy”do qual é co-fundadora, e consistiu numa competição entre ela e um colega calígrafo. Cada um criava sua versão de certa letra e havia sempre um vencedor, um projeto que lhe proporcionou muita diversão e do qual fala com muito carinho; e o projeto “Letter Collections” do qual é fundadora, no qual ela criava cartões postais para amigos, familiares e pessoas que ela admira e lhes mandava de todo lugar do mundo dependendo de onde estava. Martina Flor também falou um pouco de seu livro “The Golden Secrets of Lettering“, que é feito inteiramente à mão, contendo histórias de sua vida, sua trajetória e exemplos de trabalhos replicados, tendo o alemão como o idioma de sua primeira versão, seguido de inglês, espanhol e em breve Francês.


Martina se entregou inteiramente à palestra, fez brincadeiras e interagiu bastante com o público presente. Ela também autografou todos os livros trazidos pelos presentes na palestra, conversando e tirando fotos com todos, e tudo isso com um sorriso em seu rosto durante todo tempo que esteve no IED SP.

 

 

 

   Katherin Bergami está cursando Graduação em

   Design Gráfico e Digital no IED São Paulo e

   atualmente estagiando na equipe de marketing

   e comunicação da faculdade.

OS CURSOS DE MODA DO IED SãO PAULO PROMOVEM A 6° EDIçãO DO MODACAMP

Os cursos de Moda do IED São Paulo promovem a 6° edição do Modacamp

 

Modacamp revela principais mudanças e tendências em negócios para o mercado fashion

Durante os dias 29 e 30 de agosto, o Instituto Europeu de Design – IED São Paulo recebe empresários, especialistas e influenciadores do setor de moda, que discutirão em painéis cases de sucesso, a internacionalização de marcas, novos negócios e startups, e as ferramentas essenciais para ser bem-sucedido neste mercado.

Durante o São Paulo Fashion Week, a semana de moda mais importante do Brasil, o Instituto Europeu de Design – IED São Paulo promove a 6ª edição de Modacamp, encontro que possui o intuito de fomentar a importância do empreendedorismo no setor, apontar as principais tendências de negócios e debater o futuro do mercado fashion no país. O evento acontece nos dias 29 e 30 de agosto, em sua sede em São Paulo, com entrada gratuita e traz este ano o tema “Realizadores”. “A moda enfrenta as revoluções do século XXI e se reinventa. Celebramos neste Modacamp os realizadores, que são os responsáveis por comandar as mudanças e abrir novos caminhos, muitas vezes antecipando o futuro”, afirma Victor Falasca Megido, diretor-geral do IED Brasil.

 

 

Por meio de mesas e painéis compostos por players do mercado fashion como Grendene, Google Moda, Amaro, Dafiti e profissionais de peso do setor como o CEO da marca de moda Reserva, Rony Meisler, o fundador da Casa de Criadores, André Hidalgo, o diretor da marca Melissa, Paulinho Pedó, dentre outros, inspiração, cases de sucesso, tendências de negócios, internacionalização e muito business content sobre o setor estarão presentes nesta edição do Modacamp.

Além de discutir questões relevantes do mercado fashion, o evento também se propõe a gerar um encontro de pessoas que têm alguma ligação com a moda: profissionais, estudantes, consultores, pesquisadores e admiradores. A ideia é compartilhar experiências, conversar, criar contatos e discutir sobre este segmento tão importante no País.

 

Premiação

Durante o Modacamp, o IED confere o Prêmio Ícone da Moda – que, nas edições anteriores, homenageou Elio Fiorucci, Costanza Pascolato, Amir Slama, Jum Nakao e Ronaldo Fraga. Em 2017, será entregue ao empreendedor Carlos Jereissati Filho, CEO do Grupo Iguatemi, por sua trajetória e contribuição aos negócios de moda no Brasil.

 

“O Iguatemi, primeiro shopping da América Latina, comemora 50 anos e, assim como o IED, Carlos Jereissati simboliza a longevidade nos negócios, a excelência nos serviços e o alto padrão de qualidade, valores que compartilhamos na preparação dos profissionais do futuro”, considera Megido.

 

Para participar dos painéis do ModaCamp, basta se inscrever aqui para garantir o lugar.

 

 

Confira abaixo a programação do evento:

 

DIA 29/8

14h30 – A moda saiu de moda?

Disrupção, reinvenção e o que vai ser da moda daqui pra frente.
Profissionais de diferentes vertentes do mercado de moda farão uma análise do setor e mapearão as atuais e também futuras oportunidades de negócio. O encontro vai sinalizar as ferramentas e caminhos para o sucesso, a importância tanto das novas tecnologias, quanto das pesquisas sobre comportamento de consumo e as possibilidades de inovação que podem ser implementadas neste mercado.

Convidados: Andréa Bisker (Head Stylus Brasil) e Alexandra Farah (WeAr)

Mediação: Bruno Pompeu

 

16h00 – Só a criatividade salva!
O painel vai apresentar a criatividade como um grande diferencial do País e mostrar os cases de profissionais que, por meio dela, conseguiram seu espaço no mercado.
Convidados: André Hidalgo (Casa de Criadores), Marcella Lima (Diwo), Leandro Benites (Ben), Carlo Castro (Dien)

Mediação: Meline Moumdjian

 

17h30 – O que já deu e o que vai dar em conteúdo de moda
Serão discutidas as tendências de conteúdo de moda em três diferentes vertentes: comercial (foco em e-commerce), editorial (mudanças na relevância dos conteúdos) e analítica (métricas e mapeamento de interesses).

Convidados: Luigi Torre (colaborador Elle), Caline Migliato (Dafiti), Google Moda

Mediação: Danilo Carpigiani

 

19h00 – Rony Meisler, CEO do Grupo Reserva (Special guest)

Fazer diferente: rebeldes têm asas
O CEO do Grupo Reserva, Rony Meisler, falará sobre o modelo de negócio “fora da caixa” que adotou para sua empresa e que, mesmo num mercado em crise, consegue ampliar a quantidade de PDVs. O empresário vai abordar também: a importância de trabalhar o marketing e a comunicação de uma maneira divertida, a apresentação de um conceito muito diferenciado, principalmente no mercado de moda masculina, e a relevância da questão social para a empresa.

Apresentação: Katherine Sresnewsky

 

30/8

14h30 – Novos negócios: startups na moda

O painel vai apresentar novos modelos de negócios, seja pela questão criativa ou por conceitos inovadores, sob a curadoria da Casa de Criadores.

Convidados: Isaac Silva, Karin Feller, Mario Francisco e Weider Silveiro

Mediação: Mario Viana

 

15h15 – Mood in Brazil

O painel trará empresas nacionais do mercado de moda que estão expandindo seus negócios, conquistando novos mercados e se internacionalizando. As companhias falarão sobre as ferramentas e estratégias de negócios utilizadas para terem êxito nesse caminho.

Convidado: Paulinho Pedó (Diretor Melissa/Grendene)

Mediação: Renan Serrano

 

16h30 – Moda com propósito: nichos e novos mercados.
A mesa irá apresentar como funciona a dinâmica dos modelos de negócio de nichos ou ultrassegmentados, com foco em públicos bem definidos.

Convidados: Luiz Wachelke (Alhma e IED Rio), Daniela Auler (Moda Inclusiva) e Gabriel Rajão (Textília) e Eloisa Artuso (Fashion Revolution)

Mediação: Márcia Merlo

 

18h00 – Diversidade na beleza

Convidada: Carolina Vasone, editora de beleza da Elle

Mediação: Juliana Lopes

A jornalista vai abordar a diversidade da beleza no mercado nacional e os impactos gerados nos contextos atual e futuro.

 

19h00 – Prêmio Ícone da Moda – Empreendedor
Carlos Jereissati Filho

 

Serviço:

 

Modacamp 2017

Data: 29 e 30 de agosto, das 14h às 20h

Local: Instituto Europeu de Design – IED – Rua Maranhão, 617, Higienópolis, São Paulo

Entrada gratuita

Necessário se inscrever no www.ied.edu.br/modacamp para participação nos painéis

Informações: (11) 3660-8000

Instagram: @iedsp / Twitter: @IEDSaoPaulo / Facebook: https://pt-br.facebook.com/iedsp/

COMO ESCOLHER A FACULDADE CERTA?

Como escolher a faculdade certa?

Escolher uma carreira já é uma tarefa desafiadora e essa decisão ainda vem acompanhada de outra – tão importante quanto: escolher a instituição de ensino em que se quer estudar. Nem sempre se acerta de primeira. Por isso alguns estudantes optam pela transferência, seja para ajustar a escolha do curso, seja para buscar outra faculdade mais focada em seu perfil e objetivos.

 

 

O que se deve levar em conta na escolha da faculdade?
  • A faculdade é especializada e reconhecida na área em que você escolheu?
  • Você prefere turmas mais exclusivas?
  • É importante para você uma carreira internacional?
  • A faculdade que você escolheu tem projeção fora do Brasil?
  • Você prefere um ensino mais teórico ou prático?
  • Os professores estão no mercado e são reconhecidos?
  • Você prefere uma faculdade de olho no mercado de trabalho ou mais teórica?

“Não existe faculdade perfeita, mas existe a perfeita para você. A graduação, no cenário atual, é um ponto de partida. É cada vez mais comum que a vida profissional traga vários desdobramentos e mudanças. O mais importante é o ´mindset´, ou seja, ´a visão de mundo´, ´a mentalidade´, ´os valores´, ´a atitude´ que a faculdade constrói junto com o aluno. Ninguém sabe como vai ser o mundo amanhã, portanto, o fundamental é uma faculdade que prepara o aluno para a mudança, para o imprevisível, para construir o novo”, explica Victor Falasca Megido, diretor-geral do IED Brasil.

 

Faculdade com altos índices de satisfação

Uma das faculdades recordistas em transferências de São Paulo e com os menores índices de evasão é justamente o Instituto Europeu de Design – IED, considerada a única instituição de ensino internacional 100% especializada em Design no Brasil, incluindo a área de Moda.

O IED oferece três cursos de graduação com duração de três anos – Design de Moda, Design de Produtos e Serviços e Design Gráfico e Digital.

“Temos como um dos valores máximos a liberdade. No IED, a aluna, o aluno, escolhe seu caminho, define seus projetos, tem orientação direta e individualizada. Acaba virando um grupo de pessoas apaixonadas pelos mesmos temas, embora muito diferentes entre si. Abraçamos a diversidade como um valor e buscamos realizadores”, define José Carlos Carreira, diretor acadêmico do IED.

O diretor acadêmico destaca outra característica importante da Faculdade. “Todos os nossos alunos têm a oportunidade de realizar cursos internacionais em uma das nove sedes do IED na Europa. Preparamos profissionais para carreiras globais”. completa Carreira.

 

Depoimentos de quem mudou para o IED

 

“Eu cursava Moda e sentia que onde estudava não me preparava para o mercado atual. Minha antiga faculdade era muito ligada à criação. Mas era só criação. Eu queria aprender o que eu preciso para entrar bem no mercado e como me desenvolver como profissional da Moda porque, pra mim, isso é o mais importante ao sair da faculdade. Sou muito ligada à sustentabilidade, inclusão e afins e achei o IED o melhor lugar para me trazer para mais perto desses meus ideais.”

Marília, Design de Moda

 

 

“Eu fazia Arquitetura. No último ano, fui fazer um intercâmbio e na faculdade que eu tava lá fora acabei experimentando várias novas áreas, inclusive o Design. Aí, quando eu voltei pro Brasil, eu não sabia direito se queria continuar, já que eu já estava há 2 anos falando pra mim mesma que não queria trabalhar com Arquitetura. Percebi que tudo o que eu gostava na Arquitetura era relacionado ao Design. Conversei com gente que faz Design e estuda no IED e acabei decidindo que a melhor opção era transferir. Vim encontrar a minha paixão.”

Michele, Design Gráfico e Digital

 

Para o professor de Moda Lucius Vilar, em turmas com transferência, o intercâmbio de conhecimento é muito rico. “Temos um plano de aula bem completo. Os alunos vêm para o IED buscando sua identidade e mais profundidade. E encontram! Se identificam! Transformamos ideias em projetos reais, levando em conta os aspectos da sustentabilidade.”

 

Gostou do IED? Ainda dá tempo! Quer saber mais?
http://iedm.io/transf-iedsp

FOOD DESIGN WEEK REúNE CONTEúDOS E DEGUSTAçõES

Food Design Week reúne conteúdos e degustações

 Projeto traz o design das experiências gastronômicas ao DW!

Para marcar o lançamento de seu One Year em Food Design, o IED integra a programação da Food Design Week (FDW), com conteúdos e experiências gastronômicas oferecidos de 8 a 12 de agosto, durante o DW! São Paulo Design Weekend.

A programação conta com participações do italiano Davide Larise, do Joia (Alta Cocina Naturale, de Milão, reconhecido com a estrela Michelin, e dos chefs Carla Pernambuco, Renato Caleffi e Nádia Campeotto, além de parcerias com Illy, Feira Viva, All Food e Nambu Cozinha de Raiz.

Alguns projetos foram criados especialmente para esta edição do festival. O “Café dos Chefs” apresenta um ciclo de talks sobre a arte da mesa, enquanto “Delícias do Brasil”, uma parceria com a Feira Viva e produtores brasileiros de agricultura de pequena escala e alta qualidade trará degustações à festa “Design Door to Door”, uma iniciativa conjunta do IED e da Leica Gallery.

Durante os eventos, a Illy, marca de café italiana, receberá o público com seu blend e sua equipe de baristas apresentará mini talks sobre o universo dessa bebida tão brasileira e tão internacional, além de uma pequena exposição de seus produtos com design premiado.

 

Saiba mais sobre a Food Design Week a seguir:

“Café dos Chefs”

O “Café dos Chefs” tira os mestres da cozinha para levá-los a uma conversa aberta e descontraída com o público sobre as artes do fogo, do fogão e da mesa, trazendo elementos das novidades em Food Design.

No final das tardes, de 8 a 10 de agosto, de terça a quinta, das 17h às 18h30, o Instituto Europeu de Design recebe grandes estrelas da gastronomia nacional e internacional, enquanto os participantes degustam um café da tarde oferecido pela marca italiana Illy e pelos parceiros do projeto.

Os encontros contam com a participação de grandes nomes. O chef italiano Davide Larise, do Joia – Alta Cocina Naturale, Milão, único vegetariano a ostentar a estrela Michelin, veio ao Brasil exclusivamente para participar da Food Design Week (FDW) e para ministrar cursos no Nambu.

Carla Pernambuco, a primeira chef brasileira reconhecida internacionalmente, traz novidades em sua nova pesquisa sobre Food Design, acompanhada da jornalista Néli Pereira.

A Food Design Week (FDW) teve pré-lançamento no ano passado no Eataly, durante o DW!, e este ano reúne conteúdos e experiências no IED, na Feira Viva e na Leica Gallery São Paulo.

 

Programação do “Café dos Chefs”:

Carla Pernambuco (Carlota)
com mediação da jornalista Néli Pereira
8 de agosto, terça-feira, às 17h.

(chef convidado em confirmação)
9 de agosto, quarta-feira, às 17h.

Davide Larise (Joia – Alta Cocina Naturale, Milão)
com mediação e tradução da chef Nadia Campeotto
10 de agosto, quinta-feira, às 17h.

 

Serviço

Talks: “Café dos Chefs”
Convidados: Carla Pernambuco, Néli Pereira, chef convidado, Davide Larisse e Nádia Campeotto
Local: IED São Paulo
Endereço: Rua Maranhão, 617 – Higienópolis
Data: de 8, 9 e 10 de agosto, terça, quarta e quinta
Horário: às 17h
Inscrições: www.ied.edu.br/dw2017
Gratuito, com vagas limitadas.
Haverá serviço de valet disponível no local.

 

Para saber mais sobre o One Year em Food Design em http://iedm.io/oy-food-design-iedsp

POR QUE ESTUDAR DESIGN?

Por que estudar Design?

Com a rápida e constante evolução das profissões o design pode ser o caminho que irá te ajudar a trilhar novas possibilidades

 

Que o mundo está mudando na velocidade da luz, muitos já notaram. O fato é que as pesquisas apontam mudanças cada vez mais drásticas no mercado de trabalho e os que sobreviverão mais uma vez serão os adaptáveis, antenados e… criativos!
Alguns estudos já dimensionam que 7 milhões de seres humanos serão substituídos por máquinas nos próximos 5 anos, enquanto outros indicam uma troca de 30% do corpo de trabalho por robôs.

Enquanto o número de profissionais hiper especializados diminui com a ascensão das máquinas e da tecnologia, o mercado se abre para empreendedores, criativos e profissionais com aptidões humanas e sociais aguçadas.

Dados revelados pela Folha mostram que os estudantes brasileiros já estão de algum modo antenados com o que será esperado deles no mercado de trabalho. Segundo nota recente do FMI sobre educação, a geração nascida entre 1980 e 2000 – mesmo os que já estão empregados – enfrentará mudanças constantes e profundas em seu universo profissional.

E para profissionais de RH de vários cantos do mundo, a criatividade será a terceira característica mais importante para um candidato a uma vaga daqui 3 anos, seguida de perto de resolução de resolução de problemas complexos e inteligência emocional.

Logo, é importante voltar nosso pensamento para o agora e preparar nossas habilidades para esse cenário de instabilidade. Uma das soluções simples para se manter em movimento é voltar, sempre, os olhos para a educação.

O design, como área de atuação e também como um catalisador de diversos conhecimentos, pode agrupar profissionais de diversas áreas profissionais e ajudá-las a abrir a mente para novas possibilidades. Não obstante o Design Thinking caiu nas graças do público e anda cotado como um dos melhores cursos para ajudar essa galera a abrir um pouco a cabeça às possibilidades.

 

“Design Thinking é uma abordagem de pensamento direcionado para a resolução de problemas complexos utilizando o mindset do design. Justamente por ser uma abordagem, e não uma metodologia, podemos utilizar ferramentas de criatividade que são muito usadas no universo do design, em qualquer área. Isso faz com que pessoas com formações muito diferentes possam usar o Design Thinking na sua empresa, numa ONG, numa escola, num hospital, etc.”

Fabio Silveira, em entrevista à Revista IED

 

O jeito de lidar com o mundo está mudando. E o design vai não apenas te ajudar a desenhar seu futuro como também vai te fornecer toda uma nova gama de cores para ilustrá-lo. Venha para o universo do Design!

Venha conhecer o IED São Paulo, a faculdade das inteligências criativas! http://ied.edu.br/sao_paulo/

 

Rua Maranhão, 617
Higienópolis
01240-001
+55 11 3660 8000

SÃO PAULO RIO DE JANEIRO MILANO ROMA TORINO VENEZIA FIRENZE CAGLIARI COMO BARCELONA MADRID