IED | Istituto Europeo di Design
Você está em:

Design Thinking traz respostas para profissionais e empresas com foco em inovação

8 de abril de 2016

O Design Thinking faz uma ponte entre os mundos acadêmico e de negócios. A abordagem nasceu no âmbito do Design e, devido ao seu sucesso para resolução de problemas, vem ganhando força dentro de empresas de várias áreas, sendo cada vez mais aplicado no desenvolvimento de projetos de produtos e serviços, por permitir um entendimento multidisciplinar e por sua versatilidade.

As definições variam tanto quanto as aplicações, mas sempre envolvem conceitos bastante valorizados, que vão da empatia à prototipagem, na busca constante por inovação. Hulk Gianelli, designer, professor do IED São Paulo e especialista na área, com vasta experiência e projetos premiados, responde a algumas perguntas sobre o tema.

 

“Uma das vantagens do Design Thinking é contemplar, de maneira bastante assertiva, as expectativas e necessidades de determinados públicos.”

 

Hulk_Giannelli_140x160Por que é vantajoso se aprofundar em conhecimentos de Design Thinking?

Uma das vantagens do Design Thinking é contemplar, de maneira bastante assertiva, as expectativas e necessidades de determinados públicos. Combina ferramentas complexas de análise de dados, que investigam sempre os desejos mais ocultos e subliminares do consumidor. Dá bases concretas e validadas para projetos.

Sua utilização permite a empresas e profissionais de diversas áreas minimizar riscos desnecessários, ao mesmo tempo em que ajuda a economizar tempo e dinheiro, uma vez que entrega soluções prototipadas e submetidas a testes, o que ajuda muito na tomada de decisão.

As empresas brasileiras já estão aptas para adotar as metodologias do Design Thinking?

Atualmente, sobretudo as marcas líderes, já estão mais preparadas e conseguem entender o processo que envolve o Design Thinking. Há, na verdade, uma demanda real no mercado por profissionais que dominem essa abordagem.

Claro, há muitas marcas que ainda apostam em fórmulas antigas e ultrapassadas. Isso gera um engessamento, que nasce de uma falta de comprometimento com a inovação, hoje fator central para a sobrevivência de qualquer atividade.

E se a tradicional pesquisa de mercado já não identifica as questões-chave? E se o julgamento sobre a concorrência estiver errado ou desatualizado? E quando produtos e serviços garantem sucesso a curto prazo, mas ficam rapidamente obsoletos ou pouco competitivos?

São várias as questões cruciais que desafiam empresas de todos os portes e para as quais acredito que o Design Thinking traga contribuições valiosas.

O que poderia ser modificado?

Continuar a olhar o mercado com uma visão restrita e atrelada a uma mera análise da concorrência pode significar um desastre, seja para uma startup, para um profissional autônomo ou para uma grande corporação.

As empresas precisam entender que inovar é permitir uma mudança de olhar, que, muitas vezes, mexe com sua estrutura. Para isso, é necessário investir tempo em pesquisa, compilação de dados e análise para obter resultados conclusivos. Não adianta atuar somente na superfície.

Só a pesquisa e a reciclagem constantes permitem que a marca se torne líder do segmento. Por isso, muitas empresas estão começando a aderir aos laboratórios de inovação em todo Brasil e a demanda por novas abordagens com foco em inovação tende a crescer e muito, e isso inclui o Design Thinking, por já ter se provado bastante eficaz no sucesso de inúmeros projetos em todo o mundo.

Qual o diferencial do curso de Design Thinking do IED São Paulo?

O Istituto Europeo di Design, por ter nascido já com laços estreitos com o mercado, privilegia conteúdos aplicados, com foco prático, e ministrados por profissionais com sólida experiência real em diversas áreas, inclusive a de Design Thinking.

Essa mistura entre a prática, a facilidade de diálogo e a dinâmica de aulas permite uma agilidade muito grande na identificação de mudanças no mercado, tornando o terreno fértil pra atualizações.

Apesar de ter cinco pilares estruturais, o Design Thinking é uma abordagem orgânica, o que exige que as ideias sejam interpretadas, testadas e validadas constantemente. A própria abordagem vai se reinventando e o IED acompanha essas mudanças de perto.

O curso se destaca ao provocar o aluno como protagonista de todas as etapas do projeto que ele mesmo escolhe para se empenhar e propor soluções.

***

Se interessou pela proposta do IED? O curso de extensão em Design Thinking está com matrículas abertas. Saiba mais detalhes aqui!


comunicacaosp

IED SÃO PAULO
Rua Maranhão, 617
Higienópolis
01240-001
+55 11 3660 8000

IED RIO
Av. João Luis Alves, 13
Urca
22291-090
+55 21 3683 3786

SÃO PAULO RIO DE JANEIRO MILANO ROMA TORINO VENEZIA FIRENZE CAGLIARI COMO BARCELONA MADRID.